in ,

Agente cobra São Paulo na Justiça por empréstimo para comprar Everton

Jogador foi anunciado em abril de 2018 pelo Tricolor como novo reforço do elenco

O empresário Carlos Leite acionou o São Paulo na Justiça para cobrar uma dívida de R$ 5,5 milhões. De acordo com o processo, Leite emprestou R$ 11 milhões ao clube em abril de 2018.

Trata-se de um empréstimo feito para o Tricolor comprar Everton, à época no Flamengo, por R$ 15 milhões, valor da multa rescisória. O acordo entre clube e empresário foi fechado no dia 16 de abril, e o jogador foi anunciado um dia depois, conforme publicação do São Paulo em suas redes sociais

O São Paulo deveria pagar R$ 4 milhões a Carlos Leite até o final de agosto daquele ano, além de 30 parcelas de R$ 233 mil entre junho de 2018 e novembro de 2020. O empresário alega, porém, que o clube só pagou os R$ 4 milhões e as primeiras 14 parcelas. O restante está atrasado, segundo ele.

Leite agora cobra o valor total restante do empréstimo, com multa e juros – o cálculo é de R$ 5.579.443,23.

ACORDO QUE ENVOLVIA RODRIGO CAIO

Havia um acordo entre as partes de que o São Paulo seria obrigado a usar eventual dinheiro de venda do zagueiro Rodrigo Caio para quitar a dívida.

Se a transferência de Rodrigo Caio fosse feita acima de 12 milhões de euros, o Tricolor teria de pagar toda a dívida restante com Carlos Leite. No caso de uma eventual saída por valores entre 10 milhões de euros e 12 milhões de euros, o São Paulo teria de quitar metade da dívida restante.

O que achou?

Escrito por Natália Milreu