Dívida justificada

 

Diretor financeiro explica dívida do clube com diretor de marketing e lamenta rejeição à TV Globo.

O diretor financeiro Adilson Alves Martins comentou à Radio Globo sobre o caso da dívida do Tricolor com o atual diretor de marketing do clube – Vinicius Pinotti, que ganhou as manchetes semanas atrás quando o Conselho Deliberativo levantou a dívida do São Paulo em R$ 21 milhões com o atual diretor pelo investimento com o atacante Centurión no início do ano passado, mais alguns direitos de imagem em que o diretor bancou o clube.

O Vinícius emprestou para o São Paulo. Ele não cedeu o dinheiro. A gestão contratou um atleta com empréstimo dele. Existia ainda mais uma parcela, que totalizaria mais de R$ 18 milhões. Ele foi um grande parceiro, corrigiu abaixo dos juros e fechamos em R$ 21 milhões, que serão pagos em cinco anos. Temos que valorizá-lo, porque veste a camisa do São Paulo. Fico triste em ver críticas de conselheiros a quem ajuda tanto o clube” – disse o diretor financeiro.

No mesmo dia em que houve a reunião no Conselho Deliberativo, foi rejeitada a proposta da TV Globo pela renovação do contrato que dá ao canal os direitos de imagem e transmissão das partidas. O contrato era avaliado em R$ 60 milhões, mesma quantia assinada por Ataíde no início desse ano, pelo qual serviu para quitar os salários atrasados do elenco na época.

+ Diretor revela a quantia milionária que o Tricolor reserva para os reforços em 2017. Confira!

O diretor financeiro lamentou a recusa da proposta que poderia ter aliviado os cofres no final do ano, onde o Tricolor evitaria um empréstimo bancário:

Com R$ 20 milhões de luvas, poderia ter amortizado dívidas e melhorado mais as finanças. Como esse recurso não entrou, precisei buscar em banco para honrar os compromissos de dezembro. Busquei em banco e gerou custo que tínhamos previsto, mas que poderia ser evitado.” – encerrou Adilson Alves Martins.

Resultado de imagem para vinicius pinotti spfc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *