Tricolor tem o segundo pior ataque entre os dez primeiros colocados do Brasileirão

Com diversas lesões no sistema ofensivo, Tricolor tem o segundo pior ataque entre os dez primeiros colocados do Brasileirão

Após mais um jogo sem marcar, o Tricolor chegou ao terceiro jogo seguido sem marcar. Grande parte da falta de gols tem a ver com os desfalques no setor.

No jogo contra o Internacional, por exemplo, quatro jogadores de frente não estavam à disposição – Pato, Toró e Pablo, lesionados, e Antony, com a seleção olímpica.

Mesmo sem jogar por quase cinco meses na temporada devido a duas lesões, Pablo continua como o artilheiro do São Paulo no ano, com cinco gols em 16 jogos. Pato soma 14 partidas e está empatado em gols com cinco tentos. 

Quem mais se aproximou dos atacantes durante esse período de ausências foi o lateral-esquerdo Reinaldo. O jogador acumula quatro gols na temporada.

Para efeitos de comparação, os rivais paulistas têm artilheiros com o dobro (ou até mais) de gols marcados pelos goleadores do Tricolor.

Veja abaixo (sem contar amistosos):

SFC: Carlos Sánchez (13 gols);

SEP: Gustavo Scarpa (11 gols);

SCCP: Gustagol e Vágner Love (10 gols cada).

O número baixo de gols marcados pelo São Paulo vem refletindo negativamente dentro do Campeonato Brasileiro. Com 20 gols na competição, o Tricolor só não é pior do que o Botafogo dentre os dez primeiros colocados – o time carioca tem 18.

O problema são-paulino não é novo. Em maio, a equipe comandada por Cuca passou quatro jogos sem marcar um gol sequer.

Foto: Marcos Ribolli
Fonte: Globoesporte.com