in

Tricolor recorre a empréstimo para pagar direitos de imagem

Penalty e camarotes inadimplentes comprometeram receita tricolor

Além dos já conhecidos problemas financeiros do tricolor devido a problemas na administração de Juvenal Juvêncio, outros dois fatores foram determinantes para que os direitos de imagem dos atletas ficassem atrasados até ontem: Um acordo com a Penalty e inadimplência nos camarotes.

Segundo informações do SPFC.net, alguns proprietários de camarotes no Morumbi tiveram dificuldades em colocar as primeiras mensalidades de 2015 em dia (janeiro e fevereiro) devido a crise econômica que passa o país ter afetado seus respectivos fluxos de caixa. Estima-se que esse valor possa chegar até a R$ 1 milhão, quase metade dos R$ 3,5 milhões necessários para pagar os direitos de todos os jogadores.

+ Relacionados São Paulo x São Bento

Outros R$ 6 milhões que deveriam entrar no cofre são-paulino em quatro parcelas restantes do contrato com a Penalty tiveram que ser “dispensados” pelo clube. Isso porque, caso não o fizesse, o São Paulo teria que pagar a multa rescisória para terminar o vínculo com a atual fornecedora e iniciar o acordo com a norte-americana Under Armour.

Com todo esse imbróglio, a saída que o presidente Carlos Miguel Aidar encontrou para quitar a dívida do elenco foi um empréstimo bancário, contabilizando mais um débito a ser acertado futuramente pelo Soberano.

O que achou?