in

São Paulo iguala campanha da Libertadores de 2005

Com pontuação igual do ano da última conquista, tricolor supera campanha dos últimos 10 anos e ai na busca pelo tetra

O São Paulo viveu um momento muito delicado nesta Libertadores, mas venceu Danúbio e Corinthians e se classificou às oitava de final com 12 pontos. No primeiro jogo das oitavas de final, contra o Cruzeiro, venceu por 1×0 e fez a melhor campanha os últimos 10 anos.

A campanha do São Paulo até agora é semelhante à de 2005, ano em que o clube foi campeão pela última vez. Será que isso quer dizer algo?

Em 2005, o São Paulo jogou a fase de grupos com Universidad de Chile (CHI), Quilmes (ARG) e The Strongest (BOL), e terminou na primeira posição, com 12 pontos – três vitórias e três empates. Neste ano, em 2015, apesar de ter vivido momento de descrença, o São Paulo enfrentou Corinthians, San Lorenzo (ARG) e Danubio (URU) e terminou também com 12 pontos, frutos igualmente de quatro vitórias e duas derrotas. Desta vez, porém, o clube do Morumbi se classificou em segundo lugar porque o rival marcou 13 pontos.

+ NOSTALGIA TRICOLOR – Relembre o título da Sul-Americana de 2012

+ Aidar garante Ceni como dirigente

Na atual temporada, o São Paulo ficou na 9ª posição geral. Em 2005, há dez anos, foi 5º colocado geral. E se agora o clube venceu a primeira partida das oitavas de final, no Morumbi, contra o Cruzeiro, por 1 a 0, o mesmo aconteceu em 2005, contra o Palmeiras, no Palestra Itália, também por 1 a 0.

Nas seis edições em que o São Paulo participou da Libertadores entre 2005 e 2015, o rendimento até o primeiro jogo das oitavas de final foi pior que o atual. Em 2006 o clube também marcou 12 pontos da fase de grupos e novamente enfrentou o Palmeiras nas oitavas de final, mas empatou na primeira partida. Seria vice-campeão, derrotado pelo Internacional na final. Em 2007, fez 11 pontos na fase de grupos e caiu para o Grêmio nas oitavas. Na Libertadores de 2008, novamente fez 11 pontos, superou o Nacional (URU) nas oitavas e foi eliminado pelo Fluminense nas quartas de final.

Em 2009, o São Paulo foi até melhor na fase de grupos, marcou 13 pontos e se classificou como 4º colocado geral, mas não jogou as oitavas de final. Sorteado contra o Chivas Guadalajara (MEX), o time ainda treinado por Muricy Ramalho avançou direto às quartas de final porque a pandemia de gripe que afetava o México fez a Conmebol decidir fazer as oitavas envolvendo mexicanos em jogo único, longe do país. Os clubes mexicanos não aceitaram e desistiram do torneio. Nas quartas, o São Paulo foi eliminado pelo Cruzeiro com derrotas nos dois jogos.

No ano seguinte, em 2010, sob o comando de Ricardo Gomes, o São Paulo marcou 13 pontos na fase de grupos, mas empatou no primeiro jogo das oitavas, contra o Universitário (PER) – campanha inferior à atual, com 12 pontos na fase de grupos e uma vitória no primeiro jogo do confronto contra o Cruzeiro. Em 2013, último ano em que o time participou do torneio, por pouco não igualou feito de 1987 e foi eliminado ainda na fase de grupos. Avançou com apenas 7 pontos, a pior campanha entre os classificados, e foi eliminado pelo Atlético-MG.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara