São Paulo Empata Com Corinthians E Não Consegue A Classificação Do Paulistão

Em um jogo polemico, Corinthians consegue a classificação e enfrentará a Ponte Preta no próximo domingo

Com o empate, o tricolor deus adeus ao campeonato paulista. Foco na Sul-Americana e brasileirão

PRIMEIRO TEMPO

O tricolor fez um bom jogo, “perfeito”, quando comparado com a primeira partida jogada em casa.

Começou apertando a saída de jogo das galinhas e não os deixando jogarem e, logo aos 4 minutos o tricolor já teve a sua primeira grande chance, quando Lucas Pratto recebeu na direita da área e chutou cruzado. A bola passou raspando no gol adversário.

O São Paulo continuou apertando os donos da casa, com bons toques de bola e fazendo uma ótima partida, as galinhas começaram crescer no jogo e tentaram dar perigo para o gol de Renan Ribeiro, mas o tricolor continua melhor e conseguiu segurar a bola no campo de ataque.

Aos 45 minutos da primeira etapa Wesley faz uma falta na lateral do campo, falta perigosa e que resultou no gol dos juízes. Após o cruzamento na área, a bola cai nos pés de Jô que ESTAVA EM POSIÇÃO DE IMPEDIMENTO e o centroavante marca, mais uma vez eles foram ajudados pela arbitragem.

VALE LEMBRAR QUE ANTES DA FALTA DE WESLEY, MAICON SOFREU FORTE FALTA DE ROMERO E O JUIZ NÃO MARCOU, NA SEQUÊNCIA HOUVE A FALTA QUE ORIGINOU O GOL DAS GAYVOTAS.

SEGUNDO TEMPO

Logo no começo da segunda etapa, Arana deixa o braço e acertou o rosto de Gilberto, que levou a pior, mas o juiz não deu nada e Pintado, um dos assistentes do Mitoo, ficou revoltado e foi expulso de campo.

As galinhas começaram segurando o jogo, mas o São Paulo não desistia, continuamos lutando e tendo fé na classificação.

Aos 12 minutos, o técnico Rpgério Ceni faz duas substituições para tentar conseguir o resultado. Sairam Júnior Tavares e Gilberto e entraram Luiz Araújo e Chávez, com isso, o São Paulo mudou para a formação 3-4-3 com Cícero fazendo o papel de zagueiro.

Aos 22 minutos, Thiago Mendes se desentendeu com Arana e levou cartão amarelo, isso mais pra frente foi um peso nas costas do meia tricolor, pois, aos 42 minutos o meia faz uma falta necessária e levou o segundo amarelo, sendo assim, foi expulso da partida.

O jogo começou a parar muito, Romero fingia agressões que não aconteciam, o time tricolor muito nervoso e chegando firme nas entradas contra os amigos do juiz e, com isso, a bola ficava mais parada do que rolando.

Aos 24 minutos Ceni faz a ultima substituição, talvez um pouco tarde, pois Cueva não estava no seu melhor dia. Saiu o Peruano para a entrada de Thomaz.

O tricolor continuava atacando e acreditando no resultado, até que aos 39 minutos, após um lançamento, Pratto ficou cara cara com Cássio e não desperdiçou, UM LANCE 100% LEGAL.

Após isso o jogo cansou, São Paulo não fez bons ataques e não deu perigo para o gol adversário e o jogo fica em 1 a 1.

Em dois jogos houve dois gols irregulares pelo lado das galinhas, e ainda tiveram coragem de comemorar como se tivessem ganho em jogo limpo.

O São Paulo fez sua parte jogando bonito e mostrando que não precisamos de juiz para ganhar.

A próxima partida do tricolor será no dia 11/05, pela Copa Sul-Americana contra o time argentino do Defensa y Justicia, no Morumbi, às 21:45.

Para avançar, o São Paulo precisa de uma vitória por no mínimo um gol para conseguir a classificação.

FOTO: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *