Home > Destaques > São Paulo e Adidas já tem definidos os novos uniformes

São Paulo e Adidas já tem definidos os novos uniformes

A fornecedora de materiais esportivos só irá começar a parceira com o São Paulo em 1º de julho, mas já estão com decisões adiantadas

Com a saída da Under Armour, a nova fornecedora do São Paulo será a Adidas, empresa que já fez parceira com o clube no passado e teve sucesso.

O contrato só começa a valer em 1º de julho, mas a empresa já tem se aproximado do clube. A diretoria do Tricolor tem feito reuniões e, já tem aprovados os novos uniformes do clube, até o de 2019 já foram aprovados.

A data do lançamento dos novos uniformes ainda é mantido em segredo, mas o cronograma é de que nas próximas semanas, seja divulgada a camisa número 1. Depois será divulgada a reserva, e mais para o final do ano a terceira camisa do Tricolor.

Por um pedido da Adidas, que está se programando para a próxima temporada, os três uniformes de 2019 também já foram votados. Os novos vestimentos do clube foram vistos por poucas pessoas somente, entre elas Leco e Raí.

A parceira com a Adidas será de cinco anos e trará maiores benefícios do que com a antiga fornecedora de materiais esportivos. São elas: maior distribuição de camisas para venda, restabelecimento da megaloja no Morumbi e maior disponibilidade de modelos femininos e infantis.

O contrato entre clube e empresa é com a matriz global da Adidas, não apenas a unidade do Brasil. O clube tem se baseado na relação da empresa com o River Plate, que já dura 36 anos. Existe até a possibilidade de a marca da multinacional ser espalhada com destaque no Morumbi, como já ocorre no estádio Monumental de Núñez, mas esse ponto ainda cabe discussão.

A expectativa da diretoria é de que o valor pago pela empresa alemã seja de, ao menos, R$ 20 milhões anuais. O contrato prevê a cessão de 26% dos royalties, podendo chegar a 30% em caso de metas de venda atingidas, além de bônus por objetivos conquistados pelo time. Já foi combinado um adiantamento de R$ 3 milhões por parte dos alemães.

O que a Adidas cobra do Tricolor é um alto número de vendas dos produtos do clube. A diretoria, contudo, diz ter um potencial próximo ao de Corinthians e Flamengo, superando, inclusive, os números do Palmeiras, com quem a fornecedora tem contrato somente até dezembro. Mas o profissionalismo da multinacional neste último ano de relação com o Verdão é motivo de elogios no clube do Morumbi, inclusive pela qualidade do material das camisas recém-lançadas e das ações publicitárias.

Foto: twitter/saopaulofc