in ,

São Paulo é acionado na justiça por ex-jogador

Ex-técnico da base do São Paulo, Paulo Nani, que também atuou no clube na década de 70, notificou o tricolor paulista na justiça

O tricolor teria, por contrato, que repassar 5% de uma futura venda de Antony, joia são paulina ao ex-atleta e ex-técnico da base, Paulo Nani.

A multa rescisória para o mercado interno é de 50 milhões de reais. para o mercado exterior, a multa é de 50 milhões de euros. O jogador já recebeu algumas propostas de fora do pais, com isso o Nani receberia uma fatia, tudo decidido em conjunto com a antiga diretoria.

ENTENDA O CASO

Ainda na gestão de Carlos Miguel Aidar (2014), segundo Nani, foi firmado um contrato que dava ao ex-jogador direito a 5%, caso Antony se tornasse profissional, fato que ocorreu.

Acusado de desviar dinheiro do clube, pelo então vice-presidente, Ataíde Gil Guerreiro, o ex-presidente renunciou ao cargo em 2015, entretanto, parece que até hoje o clube sofre as consequências da desastrosa gestão.

Um caso emblemático da gestão do Aidar, foi a contratação do zagueiro Iago Maidana, que está no Atlético-MG. Apesar de ter feito acusações contra o Carlos Miguel, no contrato do percentual da venda do Antony, também aparece a assinatura do ex vice-presidente.

O São Paulo está focado na estreia do campeonato Brasileiro hoje, às 16h00, no estádio do Morumbi. A tendência é que o técnico Cuca utilize o Antony entre os titulares.

Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por SPFC Noticias