Home > Destaques > São Paulo acerta nova iluminação para o Morumbi

São Paulo acerta nova iluminação para o Morumbi

Conselho de Administração aprova acordo com empresa para iluminação de LED no Morumbi e reaproveitará parte do equipamento atual no CT de Cotia

Já pensando nas reformas que terá que fazer para a abertura da Copa América, no ano que vem, o São Paulo já acertou um acordo com a Phillips o sistema de iluminação do Morumbi. Os atuais refletores serão substituídos para modelos de LED. A negociação foi aprovada pelo Conselho de Administração em reunião na última segunda-feira.

O novo sistema de iluminação custará ao São Paulo cerca de R$ 2,8 milhões em um financiamento entre três e quatro anos. O clube começará a pagar o equipamento depois de seis meses (período de carência).

De acordo com o diretor de infraestrutura Eduardo Rebouças Monteiro, a substituição dos refletores acontecerá depois do Brasileirão, em dezembro. A previsão de entrega do novo sistema é entre o fim de janeiro e fevereiro de 2019.

O Morumbi tem 820 lux (índice de iluminação) e passará a ter 2.500 na horizontal. Em um boletim técnico, a CBF determina que em 2019 os estádios vão precisar de “X” lux, em 2020 “Y” e em 2021 2.500. Nós já vamos ter a partir de agora”, disse o diretor.

Parte dos atuais refletores do Morumbi será reaproveitada em Cotia, onde não há sistema de iluminação: 80 dos 288 vapores metálicos serão transferidos. Por não ter iluminação, Cotia atualmente não pode receber partidas à noite. Além dos refletores, a ideia do São Paulo é fazer adaptações no local com capacidade para cerca de 2 mil pessoas poder receber jogos do Brasileirão de aspirantes (sub-23) e sub-20. Assim, o clube não precisa usar o Morumbi para jogos com pouca demanda de torcida.

Temos (refletores) sobrando e não vamos jogar fora. Nesse momento faremos um reaproveitamento. Quem sabe, no futuro, não podemos substituir por LED? Aí vamos oficializar Cotia como um estádio de futebol. Hoje se chama estádio, mas não tem esse vínculo de cobrar ingresso. Constituindo iluminação e tomando algumas medidas… porque hoje não separo visitante do torcedor do São Paulo”, explicou Rebouças. 

Teria de fazer uma arquibancada separada de visitante, bilheteria, banheiro para visitante, mas nada fora do que estamos fazendo. Temos cotação de arquibancada para 150 pessoas. Vamos fazer isso na sequência (da substituição dos refletores), no ano que vem”, completou. 

Foto: Divulgação
Fonte: Globoesporte.com