in

Recordista Rogério Ceni felicita superioridade na partida

Jogo marcou classificação e mais um recorde para a extensa galeria do M1TO

Ainda sob os efeitos da grande vitória obtida sobre o rival, o goleiro e capitão Rogério Ceni, como de costume, falou a beira do gramado sobre o desempenho absolutamente convincente de seus companheiros.

Rogério destacou que a equipe nem poderia sentir uma possível pressão durante a partida, apenas em um nível natural de clássico, também exaltando a superioridade tricolor:

“A pressão é natural do clássico, da situação em que a gente se encontrava. Depois que a bola rola, você se concentra muito no jogo. A pressão é antes da partida. O time hoje esteve muito concentrado e focado. Se não foi tecnicamente brilhante, o São Paulo teve domínio de 90% do jogo. Fomos superiores no jogo de hoje, assim como eles foram na primeira partida.”

+ São Paulo em noite de êxtase

Outro ponto abordado por Ceni foi a questão do próximo oponente na Taça Libertadores, o qual ele nem tinha conhecimento ainda: O Cruzeiro.

“Era um grupo complicado, difícil, mas agora estamos motivados e aguerridos, enfrentamos qualquer equipe que restou na Libertadores. Não sabia do cruzamento contra o Cruzeiro, é uma equipe brasileira, justa, acertada, em ótimo momento, é jogo duro. Uma pena pegar um adversário tão forte já nas oitavas de final. Vamos nos condicionar nesses 15 dias e fazer uma pré-temporada.”

Além do triunfo, a noite acabou sendo especial no fator númerico para Rogério Ceni. Ao entrar em campo, o jogador se tornou o 5° com maior número de aparições na história do torneio continental com 88 partidas, ao lado do uruguaio Pedro Rocha.

Como “El Verdugo” atuou também pelo SEP e Peñarol-URU na Liberta, Rogério é o atleta do São Paulo que mais jogou a competição na história do clube.

O que achou?