in

Rodrigo Caio, de volta pra casa e como capitão

Em partida contra o Marília, Caio foi o capitão da equipe com o aval de Rogério Ceni

Voltando da complicada lesão no ligamento cruzado anterior que o tirou por mais de meio ano dos gramados, o zagueiro/volante Rodrigo Caio esteve ontem pela primeira vez no Morumbi, na vitória por 3 a 0 sobre o Marília. O mesmo lugar onde sofreu sua contusão contra o Criciúma, em agosto do ano passado.

Além da volta, Rodrigo Caio ficou muito feliz com o gesto do M1TO em lhe ceder a braçadeira de capitão enquanto estavam no vestiário, a qual utilizou os 90 minutos de jogo:

+ São Paulo domina o Marília com tranquilidade

“Antes do jogo, ele me chamou no vestiário e disse que entregaria a faixa de capitão, porque eu seria titular novamente após sete meses. Achei muito legal a atitude dele e, dentro de campo, tentei aproveitar o momento. Mas, o mais importante foi a vitória, porque a gente conseguiu dar um importante passo para garantir uma vaga nas quartas de final.”

Na entrevista ao site oficial do clube após o triunfo, Caio afirmou não ter mudado seu jeito de ser dentro das quatro linhas no que se refere ao contato com os companheiros:

“A cobrança dentro do campo foi normal. Procurei conversar com os meus companheiros, mas sempre da mesma forma como já fiz em outros jogos. O que aconteceu no jogo fica no jogo. Depois pudemos comemorar a vitória, porque foi muito importante para nós.”

O que achou?