Reunião do Conselho Deliberativo revela outro valor na negociação de DS

Na noite desta terça-feira, o Conselho Deliberativo se reuniu e cobrou do presidente do Tricolor o alto valor que não foi divulgado da negociação do atacante

Na noite desta terça-feira, o Conselho Deliberativo do São Paulo se reuniu para discutir alguns assuntos. 

Pressionado por parte da torcida, Leco descartou sob qualquer hipótese renunciar ao cargo.

Segundo apurou o UOL Esporte, o presidente disse não ter recebido qualquer lista de assinaturas contra a sua gestão e não ter jamais cogitado a possibilidade de sair antes do término de seu mandato, que encerra em 2020

O presidente também deve entrar com uma representação no Conselho de Ética contra o conselheiro Sidney Costa Gonçalves, que o teria acusado de receber supostas comissões em negociações em um grupo de whatsapp. 

Ainda no encontro, após o discurso de Leco, a mesa leu o relatório apresentado pelo Conselho Fiscal. Na qual a atual gestão é questionada, entre os principais problemas apresentados está o departamento de futebol. 

No documento, é revelado os valores apresentados na compra de Diego Souza. O clube precisou desembolsar: R$ 10 milhões para o Sport; R$ 1 milhão em contrato luvas; R$ 1 milhão em imagem e R$ 1,46 milhão de comissão para dois agentes: Fabio Mello e Brazil Soccer

No total então foram mais de R$ 13 milhões para contratar um atacante de 33 anos. 

Veja o trecho do relatório que fala de Diego Souza que o Blog do São Paulo disponibilizou: 

“A atual diretoria de futebol dispendeu de 10 (dez) milhões de reais na contratação de uma atleta com mais de 30 anos e que havia sido contratado pelo Sport Recife por quantia muito inferior;

A diretoria de futebol além da remuneração mensal superior a 500 mil reais e do milionário valor da transferência, fez incluir no contrato luvas de 1 milhão de reais e mais 1 milhão de reais no contrato de imagem, ou seja, mais 2 milhões de reais;E mais, constatou-se que foi paga comissão de R$1.460.000,00 (um milhão quatrocentos e sessenta mil reais) curiosamente divididos entre dois agentes, Fabio Mello e Brasil Soccer, somando, no total da contratação, quase 13 (treze) milhões de reais.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net