in , , ,

Recém-recuperado de lesão, Talles Costa se destaca no São Paulo e ‘vive sonho’

A cria de Cotia mostrou um bom desempenho contra o Fluminense e falou sobre sonho de atuar no Tricolor paulista

Talles Costa retornou recentemente aos gramados após enfrentar uma lesão no tornozelo. Porém, mesmo que recém-recuperado, o volante tem se destacado no elenco comandado por Rogério Ceni.

Com um elenco mais jovem no empate com o Fluminense, o atleta era um dos mais novos presentes em campo. Com apenas 19 anos, foi essencial para o segundo gol do Tricolor paulista.

Perto dos 40 minutos do primeiro tempo, Luciano encontrou Talles Costa, que com maestria, cruzou para Patrick. O camisa 88 aproveitou a oportunidade e tocou direto para o gol.

Mesmo sem sair com a vitória, o jovem atleta destacou que atuar pelo São Paulo diante de uma equipe grande como o Fluminense é um sonho. A cria da base ressaltou que ‘dias como esse’ ficam marcados em sua trajetória.

“Para mim, foi (um momento) de muita alegria, felicidade, dias como esse ficam marcados na minha história, nesse meu início de carreira como profissional. Estava comentando com meus pais, anos atrás eu assistia esses jogadores, hoje poder estar em campo representando o São Paulo e realizando um sonho é muito gratificante”, disse.

Sobre o resultado, Talles afirmou que o Tricolor poderia ter vencido o jogo, mas completou dizendo que entendeu a estratégia da equipe.

“A gente estava na frente. Natural que o time dele seja mais ofensivo. Foi uma estratégia nossa, tivemos chance de vencer. Estávamos defendendo e quando eles erraram, saímos no contra-ataque. Tivemos uma chance clara de fazer o gol, mas não fizemos. Foi mais uma estratégia”, completou.

Campeão Mundial Sub-17, Talles Costa estreou no elenco profissional no último ano, sob o comando de Hernán Crespo, onde esteve presente em 16 partidas. Nesta temporada, atuou em 14 jogos e contou com um gol marcado – contra o Everton, na vitória de 2 a 0 pela fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Agora recuperado, Talles volta a ser uma boa peça para o elenco de Ceni – que conta com um grande número de desfalques por lesões.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara