Raí diz que Antony só sai do São Paulo se pagarem 50 milhões de euros

Em entrevista a Fox Sports, o dirigente do São Paulo voltou a ressaltar que o atacante só sai do clube se pagarem a multa de 50 milhões de euros

Em entrevista no fim de semana para a Fox Sports, no programa “Aqui com Benja” , o dirigente de futebol, Raí, mais uma vez ressaltou que Antony, destaque do clube nesta temporada, só sai do clube se pagarem a multa de 50 milhões de euros (cerca de R$ 225 milhões) na janela internacional de transferências. 

“A nossa filosofia de trabalho é segurar os garotos aqui. Não (será vendido na janela internacional de transferências), se pagarem a multa dele aí… acho que é por volta de 50 milhões de euros. Mas aí é multa, não é escolha”, disse. 

Durante o programa, o dirigente também revelou que Nene tem propostas para sair do clube. 

“Estávamos conversando. Já estava… o Nene tem propostas de fora do país e está analisando. Daqui (do Brasil) também teve propostas. Está analisando o que é a melhor solução para ele”, falou. 

Questionado sobre os protestos contra Leco, Raí comentou a respeito das críticas ao presidente. 

“A gente sabe que tem muita coisa mandada. Não estou aqui defendendo o Leco. Qual presidente que nunca cometeu erro? E que vai cometer. Os futuros vão acertar e errar também. Vi esses dias o gráfico de dívidas… claro, a torcida está pouco se ferrando, quer títulos. Mas digo: o gráfico de dívida dos clubes de São Paulo. O do São Paulo faz assim (gesto de curva para baixo). Tem o estatuto novo do São Paulo, estrutura, e tem questão política”, comentou. 

Raí lembrou do empate por 1 a 1 contra o Cruzeiro, no Brasileirão, no Pacaembu, partida na qual houve briga fora do estádio e protestos ao longo do jogo.

O dirigente também comentou que tem contrato com o São Paulo até o fim de 2019 e lembrou que Leco tem mandato até 2020. Raí afirmou que sua permanência por mais uma temporada será avaliada e depois vai aguardar quem será o novo presidente.

Foto: Reprodução TV
Fonte: Globoesporte.com