Pratto revela estar jogando no sacrifício há quase um mês

O argentino, que é o artilheiro da temporada com 14 gols, revelou após o jogo contra o Botafogo que está há quase um mês jogando com uma lesão na coxa

Lucas Pratto não vem atuando bem nos últimos jogos, é verdade, o nosso atacante não está conseguindo ter o mesmo desempenho que o fez vir para o Tricolor. Mesmo assim, temos que ressaltar a garra, a vontade e o espírito de luta que o camisa 9 são-paulino tem quando entra em campo.

Após o empate contra o Botafogo, o jogador revelou que não está contente com o seu desempenho neste ano e que está há quase um mês jogando no sacrifício, com uma lesão na coxa direita.

“Estou insatisfeito com o meu desempenho. Mas, como já aconteceu com Petros e Militão, que jogaram com lesões, estou nesse processo que já dura um mês. Minha perna não está legal. Conversei agora com a comissão técnica e com os médicos e disse que, como atingimos o nosso objetivo, vou parar um pouco. Não vou treinar esta semana. Preciso fazer exames. Não consigo chutar a bola com força. É o momento de parar”, disse.

LEIA MAIS:
+ São Paulo decide multar Cueva

O argentino falou sobre o lance no segundo tempo em que ficou na cara do gol após um belo passe de Edimar, mas chutou a bola na trave.

“Meu erro no lance da trave não tem nada a ver com a lesão. Não posso usar isso como desculpa. Tentei tirar a bola do goleiro, poderia ter definido de outra maneira. Mas é futebol. Uma hora você faz, outra você erra. Contra o Grêmio, perdi um gol. No segundo lance, fiz e não estava impedido, mas anularam o lance. Contra o Atlético-PR eu marquei. O mais importante é saber que atingimos o nosso objetivo”, ressaltou.

Pratto falou sobre o alívio do time não ser rebaixado neste ano. Com o empate em 0 x 0 contra o time carioca, o São Paulo escapou matematicamente do risco de rebaixamento.

“Serão duas semanas mais tranquilas, mas tivemos o pior ano da história do São Paulo. Graças a Deus, não fomos rebaixados”, finalizou.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *