Home > Destaques > Petros manda recado para a diretoria

Petros manda recado para a diretoria

O jogador fez um balanço do ano horrível do Tricolor, falou sobre Jucilei, Lugano, Brenner e aproveitou para mandar um recado para a diretoria

Após o término do Campeonato Brasileiro, onde o São Paulo conseguiu escapar da zona do rebaixamento depois de ficar várias rodadas no sofrimento, Petros, que apesar do pouco tempo de casa, é um dos líderes da equipe, fez um balanço do ano horrível do time.

O jogador falou sobre diversos assuntos um deles foi o que fez a equipe mudar de comportamento e se reerguer na competição e aproveitou para cobrar a diretoria para 2018. Veja

COBRANÇA PARA A DIERTORIA

“Não se pode reformular uma equipe no meio do campeonato. Todos viram o que aconteceu. Antes de o Pratto falar o que falou, eu já tinha conversado com os dirigentes. Será fundamental manter a base. Até porque não teremos tempo para treinar na pré-temporada. Se não estiver enganado, serão apenas 14 dias de trabalho antes do início das competições. Se chegar muita gente de novo, vai demorar para entrosar”.

O ESTALO QUE FEZ O TIME MUDAR DE ATITUDE

“Depois da derrota para o Fluminense, no Maracanã, chegamos ao vestiário e vimos uma equipe morta. Há quatro meses, não via saída. Conversamos eu, Hernanes, Pratto, Rodrigo Caio, Sidão e Lugano e falamos que seria preciso dar um choque no grupo. A partir daquele momento, a rapaziada assimilou e reagimos. Conseguimos uma das melhores campanhas do segundo turno. Foi um ano muito difícil, mas conseguimos superar”

“O São Paulo se acomodou no papo de soberano, de multicampeão e isso não é mais suficiente. Time grande cai, qualquer time cai se não se dedicar. Que bom que a gente percebeu isso a tempo.”

A TORCIDA PODE ESPERAR COISA MELHOR EM 2018

“O São Paulo termina o ano como São Paulo. Arrisco a dizer: torcedor, fique tranquilo, continue nos apoiando porque teremos um ano muito próspero em 2018. Ninguém aqui quer ficar só apanhando, só escutando o que a gente escutou. Todos perceberam que era melhor trabalhar com as vitórias. Será um ano próspero, pode ter certeza”

DIO5 E A PERMANÊNCIA DO ÍDOLO NO SÃO PAULO

“É um cara impressionante. Conversamos bastante e ele me passou orientações do que precisa ser feito para que o grupo continue como terminamos o ano, como uma família. Quando chegamos, a situação era bem diferente. O Lugano é um sujeito fantástico. Fico feliz por ter compartilhado o vestiário com ele. É um cara acima de tudo 100% coração”.

“Claro que ele tem que continuar no clube, ele ama o São Paulo. Segundo, ele não aceita que as pessoas que estão aqui façam corpo mole. Cobra muito. Se puder opinar, é um cara que vai ajudar muito no ano que vem. É uma das pessoas mais inteligentes que conheci no futebol. Espero que ele fique sim”

O PAPEL DA TORCIDA ESTE ANO 

“Acreditem, a torcida é a principal responsável pela sobrevivência da equipe. Ela conseguiu fortalecer o grupo”

BRENNER E A BASE

“É um moleque fantástico, tem estrela. Falei a semana inteira que ele faria um gol no domingo e felizmente o passe foi meu. É um jogador que aposto muito, é humilde, só tem 17 anos. Tenho certeza de que será um dos melhores jogadores do país em muito pouco tempo”.

“Se não estiver enganado, terminamos a partida contra o Bahia com cinco ou seis garotos em campo. Isso mostra que o Dorival não tem medo. Certamente, terão espaço no ano que vem e vão ajudar”.

A PERMANÊNCIA DE JUCIEI 

“É fundamental sua permanência. É um grande amigo, uma pessoa espetacular. A gente se entende muito além dos que vocês observam, é um casamento quase que perfeito. É ídolo da torcida, se dedica sempre 100%. Espero que a diretoria, por favor, consiga encontrar uma maneira para ficar com ele”

Foto: Divulgação