Home > Destaques > Passando a limpo, São Paulo sabatina gestores

Passando a limpo, São Paulo sabatina gestores

O presidente Leco e o diretor de futebol Pinotti do São Paulo são questionados pela atual situação do clube no Brasileirão

Já cantava o saudoso Luiz Melodia, “lava roupa todo dia, que agonia”. Essa é a tônica na atual gestão do São Paulo FC, um clube considerado por muitos, um exemplo de organização, planejamento, hoje convive com erros administrativos e de gestão.

Segundo o repórter Marcelo Hazan, do GloboEsporte.com, Ceni, Dorival Júnior, Maicosuel, reforços, a má situação do time em campo foram alguns dos tópicos da reunião que aconteceu na noite desta segunda-feira (21). O Diretor executivo Pinotti e o presidente Leco foram sabatinados sobre esses e diversos outros assuntos em reunião extraordinária do conselho.

A crise administrativa no Tricolor do Morumbi tem sido o seu maior adversário dentro e fora dos gramados: pensamentos retrógrados, a cultura do “eu mando, eu posso, eu faço” tem sido a derrogada do São Paulo. Os exemplos são inúmeros e o próprio conselho questiona isso.

Rogério Ceni contratado em 2016, com inúmeros questionamentos como inexperiente, incapacidade técnica e com uma multa fora dos padrões para um clube brasileiro, tinha o aval da diretoria. Foi demitido por essa mesma diretoria com a alegação de que lhe faltou inteligência emocional.

LEIA MAIS:
+ São Paulo conta com mais um reforço
+ Do Pacaembu para o Morumbi 

Entre outros pontos tratados na reunião, Ceni e a atual situação do clube, foram os principais pontos discutidos. O presidente do Conselho, Marcelo Pupo, ressaltou a necessidade de unir forças para tirar o clube dessa situação incomoda.

Já o presidente Leco negou que tenha uma crise administrativa no clube. Pinotti também destacou a qualidade do trabalho desenvolvido pelo departamento de futebol. Só o futuro dirá se todos estão errados, ou estamos no caminho certo.

Foto: Divulgação