Home > Destaques > O retorno Kingnaldo?

O retorno Kingnaldo?

O jogador que está emprestado para a Chapecoense até o fim deste ano, poderá retornar ao Tricolor no ano que vem. Comissão técnica aprova o atleta

Parece que o São Paulo está contando com a volta do lateral-esquerdo Reinaldo para a temporada do ano que vem. O jogador está emprestado para a Chapecoense até o fim deste ano e pode retornar ao grupo são-paulino em 2018.

A intenção do clube é renovar o vínculo com o Reinaldo e valorizá-lo. A diretoria já tem os números pretendidos pelo o jogador de 28 anos para o novo contrato, e a comissão técnica de Dorival Júnior o aprova. Para o ano que vem, o comandante são-paulino conta com Júnior Tavares para essa posição, já que o empréstimo de Edimar acaba no fim deste ano.

Mesmo que não fique no Tricolor no ano que vem, Reinaldo poderá ter o contrato renovado com o São Paulo, já que o seu vínculo no Morumbi vence em dezembro de 2018 e a partir de junho do ano que vem, ele poderia assinar um pré-contrato com outro clube.

O empresário de Reinaldo, Fabio Ronaldo Curioso, falou sobre o interesse do clube paulista para renovar com o jogador.

“Tivemos uma reunião rápida, e (os dirigentes tricolores) manifestaram o interesse de trazer o Reinaldo de volta. Existe um contrato entre São Paulo e Chapecoense, que tem a opção de compra. Se não for exercida, ele volta para cumprir o contrato. Com o retorno, vamos sentar e conversar sobre uma prorrogação”, disse.

A Chapecoense quer continuar com Reinaldo, e também conversa com Curioso para tentar uma composição salarial pela permanência em Santa Catarina, mas sabe que o atleta valorizou e a renovação é quase impossível.

LEIA MAIS:
+ Cueva desfalcará o São Paulo por mais quatro jogos
+ Quais jogadores da seleção torcem para o São Paulo?

Nesses dias especulou-se de que Reinaldo poderia estar envolvido em uma troca com os gambás, e o goleiro Walter viria para o clube do Morumbi. O empresário do jogador comentou sobre o assunto:

“Fui procurado por agentes pedindo autorização para falar em nome do Corinthians, entrei em contato com o pessoal do São Paulo e relatei o que aconteceu. Não dei autorização. Disse ao Reinaldo que de Corinthians só houve contato via terceiros, mas ninguém veio falar nada concreto. O São Paulo disse que também não houve nenhuma conversa. Tenho de acreditar. O atleta tem contrato com o clube. Não posso ser antiético”, afirmou.

Foto: Divulgação