Home > Destaques > Trio-medalhão – Decisivos, porém negativos

Trio-medalhão – Decisivos, porém negativos

Cueva, Nenê e Diego Souza somam números negativos quando atuam juntos

O trio de medalhões do ataque são-paulino era a grande aposta para 2018, porém até o momento tem dado mais dor de cabeça do que alívio quando atuam juntos. Os números mostram que quando Cueva, Diego Souza e Nenê estão em campo, o Tricolor rende muito abaixo e mostra um ataque com ‘lentidão’.

Juntos somam 345 minutos, com 4 gols marcados (Nenê duas vezes, Cueva e Diego Souza uma vez cada) e aproveitamento de 47,6%. A primeira vez que o trio atuou junto foi no segundo tempo contra o Botafogo-SP no Morumbi, onde o time melhorou significamente (relembrando: jogo que Cueva pediu perdão à torcida).

A segunda oportunidade foi diante do Bragantino, vitória por 1 x 0 com gol de penalti de Nenê, mas uma partida horrorosa do São Paulo. Jogaram juntos por 65 minutos nesse jogo.

A terceira durou por 66 minutos e foi na vitória diante do CSA por 2 x 0, com gols de Nenê e Cueva. Já a quarta não foi nada agradável, na derrota diante do SFC no Morumbi por 1 x 0, o trio atuou por 69 minutos.

A quinta oportunidade foi na derrota contra o Ituano, quando Nenê, Cueva e Diego Souza atuaram por um tempo inteiro. Enquanto estiveram em campo o Tricolor vencia por 1 x 0, sem o trio tomamos a virada e Cueva perdeu um penalti, apesar de ter sido o autor do gol solitário do São Paulo na partida.

+ Tricolor tem reforços para o jogo decisivo de volta nas quartas do Paulistão. Confira!

A sexta vez durou muito pouco, foram 5 minutos diante do CRB no Morumbi, quando o São Paulo venceu por 2 x 0. A sétima e última é a mais recente derrota diante do São Caetano por 1 x 0 no Anacleto Campanella pelo jogo de ida das quartas de final do Paulistão, quando atuaram por 61 minutos sem levar o menor risco ao gol adversário.

A opção de Aguirre em colocar de cara em sua estreia o “trio-medalhão”, não agradou a torcida mesmo antes da bola rolar. A maior crítica é de que o trio deixa o ataque sem velocidade, tanto que Cueva deu lugar à Marcos Guilherme no segundo tempo, mas sem resultado positivo.

Resultado de imagem para cueva diego souza e nene
Foto: UOL Esporte