Home > Destaques > NOSTALGIA TRICOLOR – Coritiba 3 x 4 São Paulo

NOSTALGIA TRICOLOR – Coritiba 3 x 4 São Paulo

O Nostalgia Tricolor desta semana relembra um “jogaço” entre São Paulo e Coritiba, em 2011, no Couto Pereira

Salve nação soberana! O Nostalgia Tricolor volta ao dia 27 de julho de 2011, para lembrarmos um grande jogo de futebol, com 7 gols e algumas pinturas.

O São Paulo saiu do Couto Pereira vitorioso, graças a grande atuação de seu setor ofensivo, comandado por Lucas.

RECORDAR É VIVER!

O JOGO

Resultado de imagem para Coritiba 3 x 4 São Paulo - 2011

O time da casa não se intimidou com o Tricolor Paulista e, logo no primeiro minuto, Rafinha abriu espaço, disparou a bomba e carimbou a trave de Rogério Ceni. A cada toque na bola de Dagoberto e Carlinhos Paraíba, a torcida coxa-branca pegava no pé. Rafinha tentava infernizar a zaga adversária e, aos sete minutos, partiu em velocidade até parar no desarme de Juan.

Depois de um ritmo inicial alucinante, o Coxa se recolheu um pouco, deixando campo para o São Paulo crescer. Aos 15 minutos, Eltinho fez o levantamento na área, Rogério cortou em um primeiro momento e Rafinha desperdiçou o rebote sobre a defesa. Mas, em um cochilo da defesa alviverde, aos 17 minutos, Carlos Paraíba pegou toque de Lucas e, de primeira, encheu o pé para o fundo das redes de seu ex-time.

O gol abalou o time da casa, que se mostrava nervoso na defesa. O Tricolor aproveitou o bom momento e ampliou a vantagem. Aos 23 minutos, Rhodolfo fez um lindo lançamento para Juan, que tocou pro cobertura e enganou Edson Bastos.O time paulista passou a dominar as ações e o terceiro gol era questão de tempo. E ele veio de forma extraordinária, com Dagoberto, que entrou na área após linda troca de passes e tocou na saída do goleiro. A noite era dificil para o Alviverde. Aos 40 minutos, Davi recebeu cartão amarelo, reclamou e foi mais cedo para o chuveiro.

Resultado de imagem para Coritiba 3 x 4 São Paulo - 2011Depois do intervalo, o Coritiba voltou com Maranhão e Anderson Aquino para tentar reverter a delicada situação. O São Paulo, por sua vez, entrou com Cícero. A postura da equipe da casa até melhorou, mas quem assustava eram os visitantes. Aos cinco minutos, Jean lançou Dagoberto, que não alcançou. Até que, aos nove minutos, Lucas aproveitou mais um cochilo da defesa coxa-branca para dominar e encobrir Edson Bastos. Golaço do camisa 7 tricolor e 4 a 0 no placar.

Com o jogo garantido, o São Paulo reduziu o ritmo e passou a administrar sua larga vantagem.Aos 18 minutos, em jogada individual, Dagoberto arriscou o chute e a bola passou à esquerda da meta. Aos 22 minutos, o Alviverde conseguiu descontar com Rafinha, que pegou sobra de bola e fuzilou para o fundo do gol. O gol animou o time da casa, que chegou ao segundo aos 29 minutos, com Bill, que mesmo caído empurrou para as redes.

O Coxa acordou e partiu para o ataque para tentar, pelo menos, terminar com uma diferença menos no placar. Aos 34 minutos, Éverton Ribeiro chutou sobre o braço de Rhodolfo e ficou pedindo pênalti, não marcado. Aos 41 minutos, para sacudir o estádio, Bill, de cabeça, fez mais um para o Alviverde. Porém, era tarde para o empate, mesmo com a expulsão de Denílson.

MELHORES MOMENTOS

FICHA TÉCNICA

Coritiba 3 x 4 São Paulo
Local: Couto Pereira, Curitiba-PR
Data: 27 de Julho de 2011
Público: 23.185 pagantes
Renda: R$ 513.270,00
Árbitro: Antonio de Carvalho Schneider, auxiliado por Rodrigo Pereira Jóia e Luiz Muniz de Oliveira.
Gols: Carlinhos Paraíba, aos 18min, Juan, aos 23min e Dagoberto, aos 30 minutos do primeiro tempo; Lucas, aos 9min e Rafinha, aos 22min e Bill, aos 29min e aos 41min do segundo tempo
Cartões amarelos: Rafinha (Coritiba); Juan e Lucas (São Paulo).
Cartões vermelhos: Davi (Coritiba) e Denilson (São Paulo)

Coritiba: Edson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Eltinho (Èverton Ribeiro); Gil (Maranhão) e Léo Gago; Rafinha, Davi e Marcos Aurélio (Anderson Aquino); Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

São Paulo: Rogério Ceni; Jean (Luiz Eduardo), Xandão, Rhodolfo e Juan (Cícero); Wellington e Denilson; Lucas, Rivaldo (Marlos) e Carlinhos Paraíba; Dagoberto. Técnico: Adilson Batista.