Home > Destaques > Nene: “Quero ser campeão no meu clube do coração”

Nene: “Quero ser campeão no meu clube do coração”

Em entrevista para André Henning, no canal Space, Nene falou sobre o técnico Diego Aguirre, o bom momento da equipe e muito mais

O nosso camisa 10, Nene, foi o convidado do programa “No ar com André Henning”, do canal Space. Dentre os vários tópicos da entrevista, o jogador falou sobre Diego Aguirre, Raí, o entrosamento do elenco, a pressão para conquistar o Brasileiro e muito mais. Veja abaixo: 

DIRETORIA COM OS TRÊS EX-JOGADORES 

“Raí, Ricardo Rocha e Lugano deram uma tranquilidade para a gente, sempre nos respaldando”.

“É claro que o resultado sempre ajuda, no começo a gente ainda estava encaixando o time, entrosando, teve troca de treinador…”

AGUIRRE E A MUDANÇA DE IDENTIDADE E ESPÍRITO NO TIME

“Aguirre conseguiu juntar esse grupo, dar uma identidade, que eu acho que a gente tinha. Temos um grupo excelente, mas faltava uma identidade, faltava em alguns momentos mais intensidade dentro do campo […] Precisava mudar e ele teve uma parte importante neste aspecto.”

“Desde a chegada dele (Aguirre), ele deu essa confiança para nós, falou com cada jogador. Comigo foi mais fácil porque ele já me conhecia, pois tinha sido meu treinador no Quatar. Ele me deu essa confiança. Falou: “Vamos que a gente pode, nosso time tem muita qualidade, só falta aquele algo a mais”. Dentro do jogo a tempo inteiro aquele concentração, confiança que vai dar certo”.

Ele arrumou a zaga primeiro, a casinha, paramos de tomar gols, ai arrumou o ataque que não fazia gols, começamos a nos entrosar e gols saíram. Começou primeiro com eu, Diego Souza, Éverton e Marcos Guilherme, e com isso foi ajeitando a casa e foi em um momento bom porque foi do Paulista até começar o Brasileiro.”.

PRESSÃO PARA CONQUISTAR O TÍTULO DO BRASILEIRO

“A pressão é natural, e vem até da gente. Olha onde nós chegamos, era muito difícil de chegar onde a gente chegou, ninguém esperava isso, nem a imprensa, até a gente mesmo, sabia que ia brigar lá em cima, mas não estar nessa posição antes da parada para a Copa do Mundo”.

“Temos que pensar jogo a jogo, cada dia é uma final.

“Pra mim é primordial o vestiário ser unido para ser um grupo vencedor […] Uma das nossas forças é a união do nosso grupo. E isso está nos ajudando a estar no posição que estamos hoje no Brasileirão”.

Assista a entrevista na íntegra: 

Foto: Youtube