Não vi Pelé, mas vi Rogério Ceni!

Há 13 anos, o são-paulino Rogério Ceni tornava-se o maior goleiro artilheiro de todos os tempos

É fato: Rogério Ceni foi uma lenda. É uma lenda! Sempre será. E, há 10 anos atrás, ele batia mais um de seus milhares de recordes durante a carreira: tornou-se o maior goleiro artilheiro de todos os tempos.

Na ocasião, partida contra o Cruzeiro, no Mineirão, o M1TO Rogério Ceni ultrapassou o paraguaio Chilavert, que era até então o dono do recorde, com 62 gols marcados.

O goleiro são-paulino fez muito mais do que isso naquele domingo de 20 de agosto de 2006. Ele fez uma partida histórica, incrível.

Mesmo após a derrota na final para o Internacional, Ceni mostrou superação no jogo seguinte e contagiou todo o restante do grupo tricolor, conquistando um ponto fora de casa, que deixava o São Paulo na liderança do brasileiro – caso fosse derrotado em Minas, o tricolor seria ultrapassado pelos Sardinhas, que jogaram contra o Vasco, em casa.

Além dos dois gols marcados, fez defesas heróicas. Foi líder (como sempre) e deu forças, ao então entristecido São Paulo Futebol Clube.

M1TO fechou sua carreira com 131 gols em 1237 partidas. Além dos milhares de recordes, vale ressaltar que ele continua sendo o maior goleiro artilheiro do mundo e também é o jogador que mais vezes vestiu uma mesma camisa – foram 25 anos de amor e dedicação ao tricolor.

Guinness World Records – Rogério Ceni tornou-se o maior goleiro artilheiro de todos os tempos – 20/08/2006

Obrigado por tudo, M1TO! Você é um Deus na terra!

RELEMBRE ESSE DIA HISTÓRICO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *