in

Vitória mostra um Muricy de ânimo renovado

Se depender do espírito do técnico são-paulino, as coisas devem melhorar e muito em breve

O triunfo do São Paulo sobre o Linense por 3 a 0 além de ter uma importância no sentido da tabela de classificação, praticamente garantindo a primeira posição do grupo no Paulistão, também teve o peso psicológico.

Após uma semana complicada no clube, com direito a um pedido para a diretoria colocando seu cargo a disposição, o técnico Muricy Ramalho mudou radicalmente de postura, demonstrando estar feliz com a confiança mostrada pelos cartolas do tricolor durante a entrevista coletiva:

+ Wesley já tem data para estrear

“Eu vou brigar até o fim, vou morrer atirando. Vou lutar para caramba. Já que resolvi aceitar o pedido, vou lutar. É um momento difícil do clube, tem muito torcedor que você encontra na rua e fala para ficar, para trabalhar que as coisas vão melhorar. Vou ficar até eles acharem ou eu achar que não dá mais.”

Com relação a parte tática da equipe, Muricy falou sobre o problema principal da equipe, que faz o time não render mesmo contando com ótimos valores no plantel:

“A gente tem um problema de profundidade, falta rapidez na transição da defesa para o meio-campo. Por isso, insisto muito que um dos volantes e os meias precisam entrar na área. No primeiro tempo, não fizemos isso. Falei no intervalo que se isso não mudasse, não faríamos gols. O Thiago começou a entrar, cresceu. Jogos como esse sempre te dão a chance de fazer observações.”

O que achou?