in

Muricy coloca cargo à disposição, mas diretoria recusa saída

Ataíde não aceitou a demissão do técnico, mas cobrou por mudanças

O técnico Muricy Ramalho se mostrou extremamente abatido após a derrota no clássico contra o Palmeiras. Admitiu a má fase do clube no ano e praticamente assumiu a culpa pelo momento.

O que já era suspeita de alguns parece ter se concretizado na tarde desta quinta-feira quando o técnico ofereceu sua própria demissão em reunião com a diretoria. No entanto, o vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, negou o pedido de demissão do técnico.

Ataíde já havia dito que todos no clube seriam cobrados pela má fase e aparentemente o processo já começou nesta quinta com uma reunião de quase uma hora entre ele e Muricy.

O dirigente ainda não se manifestou sobre quais medidas serão tomadas, mas uma delas já está confirmada: Rafael Tolói e Michel Bastos serão multados em 30% de seus respectivos salários por conta das expulsões no clássico.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Bueno