Home > Destaques > Muller: “O São Paulo vai sofrer até o fim, mas não cai”

Muller: “O São Paulo vai sofrer até o fim, mas não cai”

O SPFC Notícias conversou o ex-atacante Muller, dono de 13 títulos com a camisa Tricolor, sobre o atual momento do clube. Veja tudo o que ele disse

Olá amigos tricolores!

O ex-camisa 7 do Tricolor Luís Antônio Corrêa da Costa , ou simplesmente Muller esteve em São José do Rio Preto, em um evento comandado pelo goleiro Jefferson do Botafogo, e concedeu uma entrevista exclusiva a SPFC Notícias. A péssima campanha no Brasileirão e a luta para fugir do rebaixamento permearam a conversa.

Aos 51 anos, Muller culpou exclusivamente a diretoria são-paulina pela situação atual, afirmou que o time vai sofrer até o final do Brasileirão, mas não cai e disse ainda que Rogério Ceni se preparou pouco para se tornar treinador.

Confira na sequência como foi o bate-papo com o Bicampeão da Libertadores e Mundial pelo São Paulo e Tetracampeão do Mundo com a seleção Brasileira:

SPFC Notícias: Como você analisa o momento atual do São Paulo? E em sua opinião, como o time foi chegar nesta situação?

Muller: É claro que é uma somatória de coisas. Não é de agora. Acho que todos os problemas e os defeitos são da diretoria, ou melhor, os erros que a diretoria cometeu, pode se dizer melhor assim, refletiram dentro de campo. Tem refletido dentro de campo. Então acho que o São Paulo está na situação que está por conta da diretoria que tem demonstrado incompetência fora de campo e dentro de campo o reflexo é nítido. O São Paulo está aí nessa briga para não cair, então eu creio que o time todo mundo sabe vai sofrer até o final para se salvar.

SPFCN: O São Paulo cai?

M: Acredito que o São Paulo não cai, não vai para a segunda divisão. Mas vai sofrer até o final.

SPFCN: Nem vou lhe questionar sobre os times do São Paulo que você jogou porque aí a diferença é imensa. Mas depois que você saiu do São Paulo ou depois que se aposentou, dos times que você viu jogar, esse é o pior da história do clube?

M: O São Paulo sempre fez grandes equipes e esse ano tem sido uma decepção enorme. O time é fraco. Tem bons jogadores individualmente falando, mas não tem um time coletivamente. Então acredito que o São Paulo está nessa situação, como time agora falando, merecidamente pelo que não fez no campeonato. Acho que no Campeonato Brasileiro esse ano, a emoção está por conta da briga lá embaixo, no Z9, Z10. Isso porque atualmente nós temos nove ou dez equipes que podem cair para a segunda divisão. Nós sabemos disso. E o SCCP que está livre, leve e solto, líder do Campeonato. Se jogar naturalmente será o campeão de novo. Então acho que infelizmente o nosso futebol está muito pobre tecnicamente. A gente vê mais de dez equipes brigando para não cair. E equipes tradicionais que já foram campeãs brasileiras. Isso para o nosso futebol é muito triste.

SPFCN: Para encerrar, o São Paulo trocou praticamente um time inteiro no meio do Campeonato Brasileiro. Em cima disso, a demissão do Rogério Ceni foi justa? Ele mereceu mesmo ser demitido?

M: Olha em relação aos jogadores acho que o São Paulo vendeu mais jogadores que não eram titulares do que titulares. Acho que os únicos titulares quem foram vendidos foi o Thiago Mendes e o Maicon.
David Neres e outros não eram titulares da equipe. Então acho que o São Paulo fez dinheiro e isso é bom. Tem que ser assim. O futebol brasileiro jamais vai competir com o futebol internacional. O clube tem que vender jogadores e isso eu acho legal. Acho que o problema do São Paulo não foi a venda, como eu disse, muitos não eram nem titulares. O problema do São Paulo foi a compra. Contratou muito mal entendeu? Os jogadores contratados até hoje não responderam positivamente. Acho que a contribuição das contratações tem sido uma contribuição muito pobre para a grandeza do São Paulo. Então o problema do São Paulo foram as contratações. Não as vendas. O clube tem que vender mesmo. Mas o Rogério Ceni todo mundo sabe, acho que ele se preparou muito pouco e acredito que a prática é a melhor escola. Ele voltou para a Europa né. Quer dizer, é o pensamento dele, acha que tem que estudar lá fora pra se dar bem aqui dentro. A gente tem que respeitar, mas é claro que se ele se preparar por mais tempo como todos os treinadores passaram por esse processo natural, com certeza ele vai ser um grande treinador. Até porque é uma pessoa muito inteligente. Então acho que é só ele respeitar os processos naturais da profissão.

Muller tem três passagens pelo São Paulo: de 1984 a 1988, de 1991 a 1994 e 1996.

No Tricolor conquistou 13 títulos: Campeonato Paulista: 1985,1987,1991 e 1992 / Campeonato Brasileiro: 1986 e 1991 / Libertadores da América: 1992 e 1993 / Mundial Interclubes: 1992 e 1993 / Recopa Sul-Americana: 1993 e 1994 / Supercopa Libertadores: 1993. Foram 386 jogos disputados e 160 gols com a camisa Tricolor.

SIGA NO TWITTER: @RafaCedrall
FOTO TEXTO: Rafael Rossi
FOTO CAPA: Divulgação