Memória São Paulina – Roberto Dias

Essa semana vamos relembrar a história de Roberto Dias, um dos maiores zagueiros da história do futebol.

Roberto Dias Branco ou mais conhecido apenas por Roberto Dias foi um dos zagueiros mais implacáveis da história do futebol mundial e que escreveu muita história no São Paulo onde vestiu o Manto Tricolor por 16 anos.

O zagueiro nasceu no 07/01/1943 na Capital Paulista e iniciou sua carreira profissional justamente no São Paulo em 1960 – ano da inauguração parcial do Estádio do Morumbi. Roberto Dias era um zagueiro de extrema técnica, na época era o astro da equipe, onde a torcida são paulina se reunia para ver o craque que além de ser um exímio defensor, também marcava gols.

Com muita categoria para sair jogando, Roberto Dias tinha a habilidade de colocar a bola onde queria, tanto que era sempre a opção de saída nos tiros de meta, dando até chapéus nos adversários, inclusive em ninguém menos que Pelé – que o considerava como o zagueiro mais implacável que ele já enfrentou.

Roberto Dias marcou 76 gols em 523 jogos pelo São Paulo, o zagueiro era um bom cobrador de faltas, já que batia forte na bola. Um dos seus gols mais bonitos foi diante do Fluminense quando o camisa 5 que também atuava de volante fez uma finta nos adversários e deu um chapéu de calcanhar e fuzilou o arqueiro carioca.

Roberto ganhou seu primeiro título no campeonato paulista de 1970 ao lado de Gerson e Tostão, encerrando a fase de seca de títulos, já que o clube se concentrava nos gastos com a construção do Estádio. Nesse meio tempo o jogador chegou a ficar afastado por quase 2 anos por conta de uma bronquite. O zagueiro se despediu do Tricolor em 1976 ano no qual foi eleito o melhor da temporada, lamentando sua saída para o CEUB do Distrito Federal, se aposentando 2 anos depois no Nacional de SP.

+ Relembre a história de Nestor, o primeiro goleiro do São Paulo FC. Confira!

O camisa 5 do São Paulo também defendeu a seleção brasileira nas Olimpíadas de 1962, mas ficou de fora da Copa de 66. Roberto Dias faleceu no dia 26/09/2007 vítima de uma parada cardiorrespiratória em São Paulo-SP.

Veja a galeria de fotos do jogador (clique para ampliar a imagem):

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *