Maicon reafirma que se via perseguido no São Paulo

Hoje emprestado ao Grêmio, Maicon disse que não era justa a cobrança sobre ele

Mesmo estando apenas emprestado ao Grêmio até o fim de 2015, o volante/meia Maicon não hesita em falar dos torcedores do clube que detém seus direitos, o São Paulo.

Em entrevista concedida a ESPN, Maicon não escondeu que sempre se sentiu incomodado com as constantes cobranças e até mesmo vaias durante sua estadia no Morumbi, classificando os atos não como críticas, mas sim como perseguição:

“Me senti um pouco perseguido por isso. Eu podia jogar mal ou bem e sempre iam pegar no meu pé. As críticas e aplausos dependem do desempenho dentro de campo.”

+ Tricolor com problemas no ataque

O atleta ainda acrescentou que, por fazer parte na época de um elenco com outros jogadores também experientes, entende como “errado” que a exigência dos torcedores recaísse apenas sobre ele:

“Eu acho que em um grupo de jogadores experientes como o do São Paulo, a responsabilidade tem de ser compartilhada com todos. Não fui o primeiro e nem vou ser o último. Perseguir um jogador só é complicado e errado.”

É nesses momentos em que, falando como torcedor, eu agradeço pelo Grêmio ter nos feito esse favor em levar o rapaz… melhor só se o empréstimo virar negociação definitiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *