Lugano fala sobre a torcida no treino desta quarta-feira

Para o ídolo Tricolor, é “sempre bom o jogador relembrar um pouquinho o time que está representando, a torcida, a grandeza, a história, a responsabilidade”

Lugano, diretor de relações institucionais do São Paulo, falou sobre o apoio da torcida no treino da tarde desta quarta-feira (7) antes do clássico contra a SEP, na casa do adversário.

Dio5 explicou o motivo do Tricolor liberar a entrada dos torcedores, mesmo após divulgar um comunicado de que o treino seria fechado.

“A gente viu a manifestação que tinha lá fora, muita gente veio ao treino apoiar o time. Obviamente, o treino normalmente é fechado, mas vendo a manifestação, a intenção da torcida em apoiar no momento difícil, achamos que o melhor para a instituição, para os jogadores, todo mundo, era essa sinergia. É sempre positivo. Isso está fazendo o São Paulo diferente no mundo do futebol”, falou Lugano.

O ex-camisa 5 são-paulino também falou da importância do apoio na véspera do Choque-Rei pode fazer a diferença quando a bola rolar:

“Dentro do campo, são 11 contra 11, serão fatores técnicos, táticos e emocionais que vão decidir o jogo. Mas, nesta preparação até o jogo, sempre bom o jogador relembrar um pouquinho o time que está representando, a torcida, a grandeza, a história, a responsabilidade… É bom ter consciência desse peso. O intercâmbio é sempre bom. Estamos juntos, mas a responsabilidade dos jogadores é entrar no campo deles (SEP e fazer um bom resultado”, ressaltou.

LEIA MAIS
+ Relacionados – Palmeiras x São Paulo

O diretor de relações institucionais ainda falou sobre o técnico Dorival Júnior, que teve seu nome gritado pelos torcedores no treino de hoje, mas que recentemente, boa parte da torcida pediu a sua saída.

“A torcida do São Paulo é formada por 18 milhões de torcedores, tem diversas opiniões sobre diversos jogadores e treinadores. E sobre o mesmo assunto aqui no CT, podem ter milhares de opiniões diferenciadas. A torcida que veio aqui apoiou cada jogador. Acima de qualquer jogador, treinador, diretor ou presidente, está a instituição. É essa a energia que a torcida vem passando”, finalizou.

Foto: Marcelo Hazan

capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *