Home > Destaques > Leco: “Essa coisa de que time grande não cai é um mantra que se lançou”

Leco: “Essa coisa de que time grande não cai é um mantra que se lançou”

Em entrevista com Walter Casagrande, o nosso presidente teve a coragem de falar que o São Paulo não é maior do que os seus rivais

Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, conversou com o comentarista Walter Casagrande, da TV Globo. Em um pouco mais de 17 minutos, o presidente falou sobre diversos assuntos, como a demissão de Rogério Ceni, a situação incômoda do time na zona do rebaixamento e ao citar os rivais que já caíram, disse que o Tricolor não é maior do que nenhum deles. 

Confira alguns trechos da entrevista: 

– A última década foi perdida para o SPFC?

“É uma transição, nos estabelecemos um projeto com o Rogério que não deu certo, nada por culpa dele, mas porque um número de fatores importantes contribuíram para isso. Mas acho que temos toda a condição de superar.”

– Sobre contratar o Rogério Ceni

“Faria a mesma coisa. Fiz de uma forma consciente e refletida, fiz com uma ideia de que era uma perspectiva importante tanto para o São Paulo quanto para ele. Nada hoje modifica o meu raciocínio. Não foi uma coisa feita as presas, sem reflexão. Pensamos muito sobre o projeto. Bancamos o projeto. Eu, pessoalmente, tive uma participação muito grande nisso. Infelizmente não deu certo. O São Paulo não é o vítima nem o algoz nisso, assim como ele não é”

– A demissão dele era necessária?

“Nós concluímos que estava sendo desgastante e ameaçador. Foi uma decisão minha, ouvi o diretor de futebol, e dei a ele toda a possibilidade de argumentação. Ele não me contrariou, ele concordou com os nossos pontos de vista. O São Paulo estava em uma caminhada perigosa, e precisava de uma tomada de posição era agir ou me omitir. Eu preferi agir.”

– Sobre a qualidade do elenco

“Eu acho que tem qualidade sim. Ele tem a qualidade do Rodrigo Caio, do Jucilei, do Petros, do Cueva, do Pratto”. Estamos perto de um time capaz de ser competitivo, de qualidade qualificada, de levar o São Paulo para uma condição melhor.”

– A preocupação de cair para a série B

“Essa coisa de time grande não cai é um mantra que se lançou, mas eu tenho a grande preocupação de que time grande cai. Porque o SCCP, Internacional, Vasco, Palmeiras, Grêmio. O São Paulo não é maior do que esses outros clubes.”

“Estamos profundamente preocupados., voltados para isso, temos que agir de todas as formas pra isso, para não acontecer o pior”

– E se cair?

“Eu espero que não aconteça. Se cair, eu vou ter que primeiro lamber as feriadas, enxugar as lágrimas, porque será muito doloroso. Se cair, eu conto com o fator fundamental para  a grandeza do São Paulo que é a torcida, essa torcida maravilhosa que está nós abraçando.”

Confira a entrevista completa:

Foto: Divulgação