Home > Destaques > Lateral do Tricolor projeta “coisas melhores” em 2018

Lateral do Tricolor projeta “coisas melhores” em 2018

Titular da lateral, Militão valoriza sua versatilidade e projeta um 2018, melhor para equipe

Em sua primeira temporada pelo time profissional do Tricolor, Militão, teve que conviver com o risco de rebaixamento neste Brasileirão. Este cenário fez com o que o garoto de 19 anos ganhasse mais experiência e se tornasse o titular da lateral direita da equipe são-paulina. Embora, ele seja zagueiro de ofício e volante de costume.

“A temporada reservou uma bagagem importante por tudo que passei e vivi durante o ano. Consegui me adaptar ao elenco principal, mantive o meu desenvolvimento e aprendi bastante. Seja como zagueiro, volante ou lateral, tive a oportunidade de mostrar o meu futebol e me firmei com o Dorival. Valorizo bastante isso, e levarei isso para 2018”, falou o garoto Militão, ao site oficial do clube.

O garoto foi promovido para fazer parte do elenco profissional, em 2016, pelo técnico Edgardo Bauza. Ele passou a temporada alternando entre treinos CT da Barra Funda e os jogos pela base.

Apósa disputa da Copa São Paulo, Rogério Ceni deu oportunidade ao garoto e o levou para equipe profissional.

“Os atletas da base sempre sonham com a oportunidade de jogar aqui. E a torcida pode ter certeza de que este sentimento move os garotos desde cedo. Comigo não foi diferente. Todos os jogadores do CFA se mostram interessados em querer ajudar na equipe principal, e busquei isso também, assim como os meus companheiros que subiram este ano”, afirmou o camisa 13.

LEIA MAIS

+ Liziero: “Trabalho duro, para ganhar uma chance”

+ “Ídolos não param, entra, para história!”

O elenco Tricolor conta com os experientes Buffarini e Bruno. Más o primeiro não agrada a comissão técnica e o segundo passou boa parte da temporada lesionado. Por isso Dorival resolveu improvisar o garoto na lateral.

Eletem 1,87 m. Com ele o time ganhou mais segurança no sistema defensivo e virou uma arma no setor ofensivo, no jogo aéreo. Nesta temporada marcou dois gols (todos de cabeça) e foi titular em 21 partidas das 22 em que foi utilizado. Uma das peças importantes na recuperação da equipe na fuga contra o rebaixamento, Militão almeja objetivos maiores no próximo ano.

“Conseguimos dar a volta por cima, encerramos o ano bem e vamos com tudo para 2018. Agora, vamos focar a disputa por títulos e coisas melhores. O São Paulo é grande e precisa disputar o lugar mais alto da tabela sempre”, e concluiu.

O polivalente Éder Militão tem contrato com o Tricolor até 11 de janeiro de 2019. Sua renovação de contrato será uma das prioridades do novo diretor executivo de futebol, Raí.

Para a próxima temporada, o comandante são paulino pensa em utilizá-lo em sua posição de ofício.

Foto: Divulgação