Kaka: “O Palmeiras disputaria o meio de tabela de uma liga das três maiores”

O ex-jogador falou que o rival não incomodaria os grandes times nas três das maiores ligas do continente: Inglês, Espanhol e Italiano

O ex-jogador de futebol, Kaka, foi o primeiro entrevistado do programa “Grande Círculo”, do canal SporTV. Durante a entrevista, ele falou sobre a carreira, as passagens por São Paulo, Milan, Real Madrid e seleção brasileira, futuro e o atual campeão brasileiro. 

Kaká citou a Copa de 2002 como seu maior título – “mesmo tendo jogado apenas 23 minutos num jogo da primeira fase” e falou sobre como as grandes derrotas serviram como aprendizado. O meia também contou detalhes de sua relação com os técnicos Carlo Ancelotti e José Mourinho, com quem trabalhou no Milan e no Real Madrid.

Veja alguns pontos da entrevista abaixo: 

A chegada ao topo

“Eu não esperava, realmente. Porque quando eu saio do São Paulo, o presidente na época, Paulo Amaral, me falou: “Você sabe quem está na sua posição lá no Milan?” Eu falei: “Sei”. Eram o Rivaldo e o Rui Costa. Mas eu cheguei no Milan e o [técnico Carlo] Ancelotti preferiu que eu ficasse no Milan já no primeiro ano. E aí cheguei, fui tendo as oportunidades e as coisas foram acontecendo numa velocidade que eu também não esperava. Cheguei, no primeiro jogo contra o Ancona já fui titular. Joguei a maioria dos jogos naquele ano, o Milan ganhou o Scudetto, eu fui escolhido um dos melhores da liga. Foi tudo mais rápido que eu imaginava.” 

Futuro

“Hoje, olhando de fora, a minha primeira opção é ser um diretor esportivo, então estou me preparando. Eu quero através do futebol aprender sobre outras áreas. Hoje eu faço um curso de gestão no esporte da FGV, fiz um curso de negócios do esporte nos Estados Unidos, eu quero através do esporte ampliar para outras áreas. Finanças, marketing, tudo mais, através daquilo que eu realmente entendo que é o jogo. Para depois poder decidir como que eu vou voltar. Um dia quero voltar para o jogo, do fim de semana. Hoje eu estou em volta do futebol, evento, patrocinador. Mas um dia eu quero ir para o jogo mesmo, ou como treinador ou como diretor. Treinador não é minha primeira opção, mas não descarto também, daqui a dois ou três anos. Hoje vendo meu filho jogar, me dá um coceirinha de dar uns palpites.” 

Como seria o Palmeiras, campeão brasileiro, nas grandes ligas da Europa?

“Eu acho que meio de tabela, eu diria, de uma das três ligas mais tops. Itália, Espanha e Inglaterra.” 

O Tottenham seria campeão no Brasil?

“Eu acredito que sim. O Tottenham seria.”

Foto: Reprodução SporTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *