Home > Destaques > Jardine fala que não guarda mágoa de Leco e Raí

Jardine fala que não guarda mágoa de Leco e Raí

O ex-treinador do Tricolor, e agora comandante da seleção sub-20 falou sobre a saída do São Paulo e diz que contribuiu para que o time chegasse na final

Jardine foi efetivado como treinador do Tricolor no começo desta temporada. O treinador tinha o total respaldo da diretoria, sobretudo de Raí e de Leco.

Mas, depois do vexame da eliminação na pré-Libertadores, a diretoria entendeu que era a hora do técnico sair do clube. 

Em participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, Jardine revelou que não guarda mágoa de Leco e Raí. 

“Acho que fui muito apoiado. Nos momentos difíceis também, senti o respaldo da diretoria, do Raí e dos jogadores, que estiveram todo o tempo ao meu lado. Mas, futebol é resultado. Além de jogar bem, tinha que vencer. Sou consciente de que no início da temporada não conseguimos”, disse o ex-treinador do Tricolor. 

No próximo doming, se o São Paulo sair campeão do Campeonato Paulista, Jardine quer a faixa. O ex-comandante Tricolor frisa que errou, mas contribuiu para que o time alcançasse a decisão do Estadual.

“Eu sinto que tenho minha parcela de contribuição, assim como o mau momento tem minha contribuição também. Tenho certeza que não apenas eu, mas toda a base do São Paulo. Nessa parcela, eu tenho um pouco dela”, emendou.

LEIA TAMBÉM:
+ Pablo e Liziero são dúvidas para a final
+ Volpi: “Fomos superiores nos 90 minutos”
+ São Paulo registra o terceiro maior público do país em 2019
+ Cuca diz que Antony jogou debilitado

Foto: Reprodução Globoesporte.com