Injusto! Atlético 3×1 São Paulo

Lucas Pratto marca três e dá a vitória para os atleticanos

Em um jogo bem jogado, o resultado final não foi tão justo como muitos pensan sem ter assistido o jogo. O Atlético-MG pressionou e soube se defender, enquanto o tricolor chegou bem ao ataque, mas pecou nas finalizações e vacilou na defesa, com isso, o Galo precisou de apenas 45 minutos para sacramentar a vitória e se manter na liderança isolado do Brasileirão.

Com a vitória, o Galo chegou a 35 pontos, mas a vantagem para o vice-líder segue em apenas dois pontos, já que o Corinthians também venceu. O São Paulo, por sua vez, continua em quinto, com 27, mas pode perder posições na sequência da rodada.

O jogo

Os jogadores do São Paulo saíram de campo no intervalo atordoados e sem entender o que havia acontecido. O time criou mais, chutou mais e, no entanto, acabou o primeiro tempo perdendo por 3 a 0. Se, de um lado, Pato cansou de irritar a torcida e o técnico Juan Carlos Osorio, do outro, Pratto não perdoou.

Logo aos quatro minutos Luis Fabiano arrisca de fora da área e quase abre o placar. Victor faz ótima defesa e aos nove de novo o Fabuloso teve boa chance. O camisa 9 chutou forte, mas a bola desviou na zaga e foi para escanteio.

O São Paulo dominava o jogo e pato perdeu um gol incrível aos 17 minutos. O camisa 11 recebeu lindo passe de Michel bastos e saiu na cara do goleiro Victor, mas o atacante tricolor recuou para o goleiro rival. Em seguida, Reinaldo cruzou para para Luis Fabiano que não alcançou a bola. De tanto perder gols, o rival aproveitou e abriu o placar.

Aos 20, o atacante argentino completou cruzamento de Marcos Rocha. A bola bateu em Rogério Ceni e voltou para o hermano, que não perdeu: 1 a 0.

 

Luis Fabiano (novamente) quase marcar, mas o árbitro errou feio e marcou impedimento -mal marcado- do atacante tricolor, que fez uma bela partida. Pouco depois, aos 26, bastou um toquezinho para tirar do goleiro: 2 a 0.

Aos 37 o SPFC teve outra boa chance, mas pato desperdiçou chutando em cima do goleiro e aos 42, outra chance para pato. Ganso chutou colocado e a bola bateu na trave, no rebote, Pato isolou e perdeu mais uma grande chance para o tricolor. Como quem não faz toma, aos 44, Giovanni Augusto serviu de cavadinha para fechar o hat-trick: 3 a 0 (IMPEDIDO).

O segundo tempo começou bem e em 10 minutos o São Paulo já havia chegado com tudo em busca do gol. Luis Fabiano, muito participativo quase marcou de cabeça. De tanto martelar, chegamos ao gol. Depois de muitos desperdícios, Pato finalmente marcou, de cabeça, aos 13, após cruzamento de Ganso.

O Galo chegou aos 18, mas Ceni salvou o tricolor de tomar o quarto gol, no contra-ataque, Ganso recebeu livre, mas não teve a velocidade e Victor saiu do gol para rifar a bola.

Pratto ainda marcou o quarto gol, mas estava impedido e o jogo ficou no 3×1 mesmo.

O Galo só volta a campo pelo Brasileirão no dia 9 de agosto, quando vai ao Serra Dourada enfrentar o Goiás. No mesmo dia, o São Paulo tem parada dura: clássico contra o sccp, no Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *