Home > Destaques > Início da M1tologia

Início da M1tologia

Há exatos 25 anos, o M1to Rogério Ceni fazia sua primeira partida como goleiro titular do Tricolor na disputa do Troféu Santiago de Compostela

Rogério, que havia chegado três anos antes (7 de setembro de 1990), teve a chance de ser relacionado para sua primeira partida contra o modesto Tenerife e começou da melhor maneira possível.

“Na época, o Zetti estava na Seleção Brasileira e surgiu a oportunidade de estrear. Quando viajei para a disputa do torneio, eu esperava ficar no banco, mas na preleção fui informado que iria para o jogo. Fiquei muito contente e ansioso, porque tinha apenas 20 anos de idade e iria defender o São Paulo pela primeira vez”, relembrou Rogério Ceni ao site oficial.

Em sua primeira partida entre os titulares, Ceni já mostrou que teria um bom futuro no futebol. Logo de cara, o jovem goleiro defendeu um pênalti e no final da partida, foi reverenciado pelo vitorioso Toninho Cerezo, que de joelhos na frente de Ceni, atribuiu aquela conquista ao novato.

“Quando defendi o pênalti contra o Tenerife ganhei mais confiança e daí em diante fui me firmando. Na final contra o River, consegui pegar mais um pênalti e fomos campeões. Estrear, pegar duas cobranças seguidas e ganhar um torneio internacional foi muito importante para mim”, disse Ceni.

Em toda sua carreira, Ceni defendeu 51 cobranças de pênaltis.

Após esses primeiros passos, Rogério Ceni ficou ainda por mais três anos no banco de reservas do Tricolor. Em 1997, assumiu a titularidade da posição. No mesmo ano, marcou o primeiro gol da carreira.

SAIBA MAIS SOBRE O MITO E VEJA TODOS OS PRÊMIOS, TÍTULOS E RECORDES QUE ELE CONQUISTOU:

+ Recordes do M1to

+ Principais dados e números de Ceni

+ Títulos conquistados por Ceni

+ Rogério no Guinnes Book

FOTO: Divulgação