Home > Destaques > História Em Três Cores – Pita

História Em Três Cores – Pita

O HETC dessa semana relembra a carreira e a trajetória pelo tricolor, do ex-meia campista esquerdo Edivaldo, mais conhecido como PITA

Edivaldo Oliveira Chaves, o Pita, foi um meio-campista esquerdo de qualidade. Teve uma carreira profissional com uma duração de mais ou menos 18 anos (de 1977 à 1994).

Pita morava no Bairro do Casqueiro, em Cubatão, onde na sua infância/adolescência vendia siris para quem ia do litoral para a cidade e da cidade para o litoral.

images-2.jpg

Houve então um campeonato de futebol de areia, onde Edivaldo se destacou e chamou atenção. Foi convidado a se juntar a equipe da Portuguesa Santista, onde não durou muito tempo. Em menos de dois anos, foi contratado pelos Sardinhas do Litoral, onde começou de vez sua carreira profissional.

Nos Sardinhas, Pita viveu um pouco na base, mas já em 1978 subiu para o squad principal. Onde tinha um monte de garotos talentosos naquela época, criando então o apelido de “Meninos da Vila”.

Neste mesmo ano, tal equipe não era dada como possível campeã do Campeonato Paulista, porém, surpreendentemente levou o torneio. Foi o único título de Pita pelos Sardinhas.
O TRAJETÓRIA NO TRICOLOR PAULISTA

Pita então recebeu uma proposta do tricolor em 1984. O negócio dava Edivaldo ao São Paulo e Zé Sérgio e Humberto para os Sardinhos. Feito. E o tricolor ganhou bastante com isso.

imagews-4.jpg

De cara, campeão paulista de 85. No ano seguinte, participativo e importante no segundo título nacional do tricolor.

Apesar disso, arrumou confusão com Cilinho, então treinador do clube paulista na época. Sua saída era dada como certa, mas a diretoria interferiu, apasiguando a situação.

No ano seguinte, em 1987, campeão paulista novamente vestindo as cores vermelha, branca e preta. Mas em 1988, foi vendido para o Racing Strasbourg-FRA, por 1 milhão de dólares.

Sua passagem pelo clube francês foi curta. Voltou ao Brasil para defender o Guarani, mas também foi vendido rapidamente. Desta vez, foi ao Japão, dando inicio ao futebol que se implatava lá naquela época, em 1993 (exatamente como Kaká faz atualmente, jogando nos Estados Unidos).

MENUDOS DO MORUMBI

menudos-do-morumbi

Composto por Pita, Sidney, Silas, Careca e Muller, os Menudos do Morumbi receberam esse apelido porque na época havia uma banda chamada “Menudos” que fazia muito sucesso, tanto nas rádios, como na voz do povo. Por isso passou a ser chamado assim.

Durou aproximadamente de 1985 a 1987. Campeões do Paulista de 1985 e 1987 e Campeões do Brasileiro de 1986.

Tinha uma equipe toda formada, mas onde os cinco principais no Esquadrão dos Menudos eram esses citados acima.

images-3

FICHA TÉCNICA:

NOME: Edivaldo Oliveira Chaves

DATA DE NASC.: 04/08/1958 (57 anos)

LOCAL DE NASC.: Nilópolis, RJ – Brasil

ALTURA: 1,72 m

PÉ: Canhoto

 

Informações profissionais:

ATUALMENTE: Aposentado

POSIÇÃO: Meia-campista

 

CLUBES:

77/84 – Sardinhas

84/88 – SÃO PAULO FC

88 – Racing Strasbourg-FRA

88/89 – Guarani

89 – Frujita-JAP

89 – Nagoya Grampus-JAP

91/92 – Inter de Limeira

 

SELEÇÃO:

1980 a 1987 – Seleção Brasileira

 

CLUBES QUE TREINOU:

1999 – SÃO PAULO FC

2000 – Sardinhas

2001 – Urawa Red Diamonds

2007 – São Bento (sub-20)

 

CARTÃO GERAL PELO SÃO PAULO:

São 249 jogos, 115 vitórias, 85 empates, 49 derrotas e 47 gols.

 

PELA SELEÇÃO BRASILEIRA:

O meia fez sete partidas e foi campeão panamericano de 1987.

images-1

POR ONDE ANDA?

Pita estava trabalhando pelo tricolor até janeiro deste ano, quando foi demitido. Segundo o ex-meia, a diretoria se quer deu o trabalho de lhe informar pessoalmente. Ele descobriu a demissão no Morumbi, por informantes.

“Ninguém da diretoria de futebol, nem o presidente entraram em contato. Recebi um telefonema do RH, fui até o Morumbi e acabei dispensado sem nem sequer uma justificativa”, desabafou Pita para um repórter.

Ele tem três filhos (duas meninas e um menino). É dono de duas escolas de futebol e de muitos imóveis espalhados por SP, Cubatão e Riviera de São Lourenço. Porém não é mais o dono da empresa PITTALVEL, uma loja de automóveis.

CURIOSIDADES:

Um dos gols mais bonitos de sua carreira aconteceu numa partida contra as Peppas, no Pacaembu. Pita fez uma fila, levou todo mundo, inclusive o goleiro Emerson Leão. A partida terminou em 4 a 4 e aconteceu em 1985.

images-4

Pita em ação pelo tricolor. Foto: Divulgação