História em Três Cores – Friedenreich

Centroavante apelidado de ‘El Tigre’ ou ‘Fried’ foi a primeira grande estrela do futebol brasileiro

Arthur Friendereich, nascido em São Paulo em 1892 foi um centroavante brasileiro considerado pelos grandes cronistas do futebol como o maior centroavante brasileiro de todos os tempos. Neto de alemães, filho de servidor público e de uma professora, iniciou sua trajetória no esporte no Club Athlético Paulistano, ligado à elite fazendeira.

Carreira

Foi um dos precursores do futebol técnico, dando dribles curtos, batidas na bola com efeito, dentre outros macetes até então não utilizados no futebol. Se destacou vestindo a camisa do Paulistano, sobretudo em uma excursão do time à Europa, onde o time disputou dez partidas e voltou invicto!

Defendeu diversas equipes mas foi no Tricolor que ganhou notoriedade. Comandou uma sonora goleada por 7 a 2 em solo francês, na primeira vez que uma equipe brasileira jogava fora do país.

LEIA TAMBÉM:

+São Paulo acerta com zagueiro Douglas

+ Oportunidade de Ouro

+ Proposta… Que proposta?

Pausa na carreira

Em 1932, durante a revolução que São Paulo promovia contra o governo, deixou o futebol de lado para se alistar no exército, tendo sido ao final do conflito, considerado um herói de guerra.

Fase final da vida

O folclórico jogador fez sua última partida no ano de 1935, indo trabalhar em uma fábrica de bebidas após isso. Após se aposentar, viveu em uma casa cedida a ele pelo Tricolor até sua morte em 1969.

Representando o país

Fried foi um jogador celebrado por muitos, e destacado por muitas pessoas no Brasil e fora também. Fez gols importantes pelos selecionados do país, mas nunca teve o prazer de disputar um Mundial, isso no caso, em virtude de uma polêmica entre o presidente da Liga Paulista da época, que proibiu jogadores do estado de irem para a disputa do primeiro mundial ao saber que não haveria paulistas na comissão técnica.

Imagem alusiva à participação de Fried na Revolução de 32
Imagem alusiva à participação de Fried na Revolução de 32
Títulos e prêmios

El Tigre venceu na carreira sete campeonatos paulistas (1918, 1919, 1921, 1926, 1927, 1929 e 1931), uma Taça Ioduran (1920), dois campeonatos sul-americanos de futebol (1919 e 1922) e Uma Copa Roca (1914).

Foi artilheiro de nove campeonatos paulistas (1912, 1914, 1917, 1918, 1919, 1921, 1927, 1928 e 1929).

Além disso, ganhou os prêmios de 5º maior jogador brasileiro do século XX, 13º Maior jogador sul-americano do Século XX e 54º maior jogador do século XX, todos esses prêmios pela IFFHS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *