Goleiros reclamam da iluminação do Morumbi

Palmeirense afirma que iluminação do Morumbi é a pior para goleiros, enquanto que são-paulino, tentou não usar isso como desculpa

O gol do Palmeiras contra o São Paulo no clássico empatado por 1 a 1, neste sábado, no Morumbi, repercutiu entre os jogadores. Depois do Choque-Rei, válido pela décima rodada do Brasileirão, Tiago Volpi definiu o lance como muito estranho. Weverton, por sua vez, criticou duramente a iluminação do estádio.

“Nós saímos frustrados pelo empate no final. Eu particularmente pelo gol. Foi um gol muito estranho. A bola é praticamente intreinável (sic). Acaba subindo e atrapalhando um pouco a questão do refletor, mas não posso usar como desculpa. Faz parte. Temos de nos virar e dar nosso jeito. Infelizmente bateu na trave, nas costas e acabou entrando. Não dá para abaixar a cabeça. São ossos do oficio. Acontece. Bola para frente”, disse Volpi.

“Pouca gente fala do Morumbi, mas na minha opinião é o pior refletor para goleiro que existe. Prefiro jogar onde tem pouco do que o que tem aqui, porque ele vai direto no rosto do goleiro. Isso atrapalha muito. É difícil sair do gol aqui, é muito complicado. Talvez isso também tenha atrapalhado ele. É uma bola muito difícil, mas ficamos felizes pelo gol. Faz parte do jogo, todo mundo trabalha para fazer sempre o melhor para o seu clube”, afirmou Weverton.

A nova iluminação do Morumbi foi tema de conversa entre os jogadores do São Paulo no treino da última sexta-feira à noite. Na entrevista deste sábado, o técnico Cuca também disse ter achado que a iluminaçãoatrapalhou Volpi.

“Treinamos ontem à noite e comentamos sobre isso. Mas fica chato e feio dar desculpa de luz. Por mais que tenha atrapalhado, às vezes pegamos estádios com iluminação que vem na nossa cara. É uma infelicidade. Não vou jogar a responsabilidade para cima da luz. É uma bola estranha, complicada e intrenável (sic). Ela acaba dando nas minhas costas e entrando. Faz parte. Não queria que tivesse acontecido, mas bola para frente. Ainda tem muita coisa. Não posso e não devo me deixar abater por um lance inusitado como esse”, afirmou Volpi.

O São Paulo trocou os refletores do Morumbi em março. Segundo o clube, o novo sistema aumentou em mais de três vezes a capacidade de iluminação. Esse sistema custará cerca de R$ 2,8 milhões em um financiamento entre três e quatro anos.

FONTE: Globo Esporte (Felipe Zito e Marcelo Hazan)
FOTO: MARCELLO ZAMBRANA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO