Globo anuncia regras de divisão do PPV para 2020

A empresa informou que o repasse da verba terá como base o cadastro de assinantes; até este ano, a distribuição de baseava em pesquisa do Ibope

​Uma antiga reivindicação dos clubes para a divisão do dinheiro da venda de pay-per-view do Campeonato Brasileiro será atendida pela Rede Globo a partir de 2020. Em reunião realizado há cerca de um mês, a empresa informou que o repasse da verba terá como base o cadastro de assinantes – até este ano, a distribuição de baseava em pesquisa do Ibope.

Segundo o ​blog do Rodrigo Mattos,  do UOL, de um total de 1,8 milhão de clientes de base, 600 mil já declararam o seu time do coração. Como o montante a ser dividido gira entre R$ 550 milhões e R$ 650 milhões (ou seja, o equivalente à metade do valor de TV aberta e fechada juntos), trata-se de algo bastante relevante para a contabilidade dos clubes.

A cada mês, será verificado quanto cada clube representa no total de cadastrados. Ao final, será feita uma média para se chegar ao valor referente a cada um deles. Alguns, inclusive, já estão fazendo campanha para que seus torcedores assinem o pay-per-view e declarem o seu time do coração. Até o momento, a Globo ainda não informou os resultados do cadastro inicial.

Fonte: 90 minutos