in , ,

Galoppo faz exames na Argentina, mas São Paulo ainda negocia com Banfield

Volante de 23 anos é desejo de Ceni para o meio de campo; apesar de otimismo, dirigentes negam que acordo já tenha sido fechado

O volante Giuliano Galoppo, do Banfield, fez exames médicos na Argentina, nesta quinta, como parte dos trâmites para sua possível transferência para o São Paulo. A negociação, porém, ainda não foi concluída.

São Paulo ainda não finalizou um acordo com o Banfield. Há uma divergência nos valores finais e no modelo de pagamento. Segundo dirigentes tricolores, a diferença entre o que o clube argentino pede e o que o São Paulo oferece é pequena.

Os cartolas brasileiros demonstram otimismo com a possibilidade de a transferência ser concluída, inclusive nos próximos dias.

O São Paulo estima ter que pagar até US$ 6 milhões (cerca de R$ 32 milhões) por Galoppo. Para isso, busca parceiros que o ajudem a bancar o negócio. No Morumbi, fala-se que já uma empresa disposta em participar, à espera de que as conversas com o Banfield encontrem uma solução.

Giuliano Galoppo, do Banfield, volante na mira do São Paulo — Foto: Getty Images
Giuliano Galoppo, do Banfield, volante na mira do São Paulo — Foto: Getty Images

A ida de Galoppo a uma clínica médica nesta quinta é demonstração de que todas as partes envolvidas querem a finalização da transferência – com o jogador, já há acordo há dias –, mas ela é tratada no São Paulo como uma antecipação de um processo burocrático para agilizar a chegada do volante. Assim como já há rascunhos dos contratos que serão assinados caso os clubes se entendam.

A cautela são-paulina se explica pelos valores envolvidos, considerados altos para os padrões do clube, e pela necessidade de contar com um parceiro – sozinho, o São Paulo entende não ter como investir em Galoppo.

No último domingo, após o empate com o Fluminense, o técnico Rogério Ceni confirmou que aprovou a contratação do volante e fez elogios.

“É um jogador interessante, um meio-campista, um (número) 8/5/10, um jogador versátil assim como temos alguns no elenco. Sei que é um jogador que custa caro. E aí é uma questão da parte diretiva, de investidores, porque o clube não tem condições de pagar pelo jogador. Não sei o valor exato, mas supera as nossas possibilidades”, afirmou.

Fonte: Leonardo Lourenço
Foto: Reprodução / Twitter

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara