Everton sobre condição física: “Agora, graças a Deus estou 100%”

O jogador, que provavelmente será titular no jogo desta quarta-feira, falou que já está 100% e vê elenco mais forte com os reforços que chegaram 

Everton deverá ser o titular nesta quarta-feira, contra o Goiás, às 21h30 (de Brasília), no Serra Dourada, pela segunda rodada do Brasileirão.

O jogador se diz 100% após se recuperar de um estiramento na coxa no Tricolor, ele falou sobre a lesão que o tirou de alguns jogos nesta temporada. 

“Difícil. Nesse ano a pré-temporada foi muito curta. Como tinha a pré-Libertadores (contra o Talleres), acabou que machuquei num clássico com o Corinthians (no dia 17 de fevereiro). Fiquei sem jogar uns 35 dias. Isso para o jogador é horrível. Até você adquirir ritmo de jogo… Quando voltei sofri um pouco até com câimbra, o que é normal. Agora, graças a Deus estou 100%”, disse. 

E completou: “Foi complicado, porque tínhamos uma maneira de jogar comigo e com Rojas, no contra-ataque. Eu machuquei e não tinha outra peça, né. Dificultou muito. Mas como falei: nesse ano com a chegada dos reforços acho que vai ser diferente”. 

Everton vê o elenco mais forte com ad chegadas de reforços. Ao todo foram 10 para esta temporada. 

“Estar entre os quatro ali. Estando entre os quatro você vai brigar pelo título. Claro que as chegadas dos reforços foram importantes. O Brasileirão é muito longo. São 38 rodadas. No ano passado sofremos bastante. Se você tem um elenco grande, tenho certeza que briga pelo título”, falou. 

Everton joga no lado esquerdo do campo, Antony na direita e Pato tem sido o centroavante enquanto Pablo está se recuperando de uma cirurgia nas costas. O jogador falou que Cuca pede para o trio se movimentar bastante lá na frente, e que tem liberdade para trocar de posição.

“Acho que precisa de entrosamento. Isso vai vir com os jogos. O professor Cuca pede para nos movimentarmos bastante ali na frente. O Pato tem uma qualidade muito grande, e o Antony é uma fumaça (risos). É o escape do nosso time”, finalizou. 

Foto: Marcos Ribolli

Fonte: Globoesporte.com