in

Elenco compra briga de Muricy

As principais críticas para a derrota do São Paulo na noite desta quarta-feira recaíram sobre Muricy Ramalho

Mesmo sendo ídolo de grande parte da torcida, principalmente pelo tricampeonato brasileiro inédito (2006, 2007 e 2008), o treinador Muricy Ramalho foi questionado nas redes sociais pela escalação do São Paulo na estreia na Libertadores da América contra o rival Corinthians. A oitava diferente em oito jogos nesta temporada.

Escolhido porta-voz do elenco nesta quinta-feira, o recém-chegado Dória defendeu o comandante.

“O Muricy não tem culpa nenhuma. Se há culpados, são todos os jogadores, o São Paulo inteiro. Quem jogou contra o Corinthians foi o São Paulo, não foi Muricy contra Corinthians. Se estão todos culpando ele, vamos comprar essa briga e mostrar que temos condições de fazer melhores atuações”, disse.

+ Torcida do São Paulo é acusada de quebrar cadeiras do Itaquerão

+ Veja quais as notas dos jogadores do Tricolor na partida de ontem

Não é só parte da torcida que atualmente desgosta do trabalho de Muricy. A relação com a diretoria também não é das melhores. Principalmente depois que o presidente do clube, Carlos Miguel Aidar, e o vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, fizeram cobranças na imprensa por títulos, sob a justificativa de terem dado a ele o elenco requisitado. Ao menos publicamente, no entanto, os atletas realmente compram a briga do chefe imediato.

“Uma coisa é perder buscando o resultado, outra coisa é ir mal e não estar nem ligando. A torcida entende isso também”, defendeu Dória, que tem apenas duas partidas com a camisa tricolor, a primeira delas disputada no sábado. “Só que, apesar de estar começando, não tem tempo para ir mal, é muito rápido. Todos os jogadores têm consciência de que precisam melhorar, tenho certeza”, ressalvou, em seguida.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara