Home > Destaques > Dorival fala qual o problema do São Paulo e comenta sobre Cícero

Dorival fala qual o problema do São Paulo e comenta sobre Cícero

O técnico Dorival Júnior ressaltou a necessidade do time voltar a vencer, para que jogadores possam resgatar a confiança e começas a se afastar do Z4

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (11), no CT da Barra Funda, Dorival Jínior explicou as mudanças táticas que testou no time e voltou a ressaltar a necessidade de recuperação emocional dos jogadores.

“A situação é muito mais emocional. Isso foi quebrado contra o Coritiba, quando poderíamos ter uma outra condição do que foi desenhado a partir do momento que não conseguimos o resultado. Não fomos mal contra Coritiba e Bahia, mas o resultado não apareceu. É trabalhar mais, se concentrar mais, para que se possa ter um acréscimo de produção”, disse o treinador.

VEJA TAMBÉM:
+ Relacionados – São Paulo x Cruzeiro
+ Pratto fala sobre seu futuro no Tricolor

Neste domingo (13), Dia dos Pais, o São Paulo enfrentara o Cruzeiro, às 11h (de Brasília), no Morumbi, e Dorival, que é pai, sabe muito bem o que quer.

Uma vitória para passar a confiança de que os jogadores precisam, para mostrar que tudo o que eles estão fazendo tem motivo. Estamos próximos dessa vitória. Seria um grande presente para a torcida e para os pais são-paulinos”, ressaltou o comandante são paulino.

LEIA MAIS: Cueva foi convocado para jogos da seleção peruana

Ao comentar o afastamento de Cícero, classificado por ele como “conversa interna”, Dorival negou que exista insatisfação no elenco e foi em contra o que disse o presidente Leco, que “culpou” o treinador.

“Foi conversado internamente. Se tive 1% ou 90% de participação, não importa. Foi uma colocação já feita anterior ao meu acerto, vinha sendo conversado há muito tempo. A partir do momento que é tomada a decisão, ela cabe 50% ao treinador e 50% a diretoria. Foi conversa interna. Com todo o respeito que o atleta merece, a vida segue”, disse Dorival, que não vê insatisfações no elenco.

“Só vejo profissionais sérios. Na nossa convocação de amanhã (sábado), teremos os 23 que estão em boas condições. Pensávamos no Maicosuel para a semana seguinte, mas ele se disse em boas condições. Não vejo problema de insatisfação por não jogar. Todos estão trabalhando com intensidade. Sobre o Cícero, foi uma colocação feita anteriormente ao meu acerto, que vinha sendo conversada há muito tempo. Com todo o respeito que o atleta merece, a vida segue”, explicou.

O time deverá ser o mesmo que treinou durante a semana: Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Militão; Marcinho, Petros, Hernanes e Marcos Guilherme e Pratto.

FOTO: Divulgação

Outras notícias...