Dois clubes europeus se aproximam dos empresários de Militão

O São Paulo tenta renovar com o jogador, mas a última proposta foi ignorada pelos empresários de Militão e agora dois clubes europeus entraram na jogada

A renovação com Militão está cada vez mais difícil, e o São Paulo vê o jogador cada vez mais longe do Morumbi.

Depois dos empresários do atleta ignorarem o clube sobre a última proposta sobre a renovação do contrato, nas últimas semanas, o Manchester City e a Inter de Milão entraram fizeram contato direto com os representantes de Militão para buscar mais informação contratual e abrir conversas.

Segundo o UOL Esporte, os ingleses estão dispostos a pagar 10 milhões de euros (R$ 43,7 milhões) de luvas para fechar o negócio. O Porto, de Portugal, também já manifestou seu interesse.

Nada foi apresentado oficialmente para o São Paulo, que acredita no profissionalismo dos estrangeiros. A negociação fechada diretamente com o empresário quando o atleta ainda está vinculado a outro clube pode ser tratada como aliciamento. Neste caso, a diretoria são-paulina teria o direito de acionar a Fifa, como aconteceu antes da transferência de Augusto Galvan para o Real Madrid, em 2017.

Militão tem contrato com o Tricolor até o dia 11 de janeiro de 2019, e a partir do segundo semestre deste ano, ele estará livre para assinar um pré-contrato com outro clube sem que o São Paulo receba uma compensação financeira. As tratativas estão sendo conduzidas por Ulisses Jorge, empresário principal do jogador e Giuliano Bertolucci, que representou estrangeiros em outras oportunidades, como na saída de Luiz Araújo para o Lille, da França.

Militão tem o salário mais baixo entre os titulares do Tricolor, ele recebe R$ 12 mil mensais, enquanto outros atletas ganham bem mais. No São Paulo, há quem suspeite até que o jogador receba uma ajuda de custo de seu estafe. Assim, ele teria mais tranquilidade para não assinar a renovação de seu vínculo com o Tricolor e, consequentemente, aumentaria a fatia das luvas em uma futura transferência.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *