Desapontaram?

Ganso e Calleri rendem muito abaixo do esperado em seus novos clubes europeus.

O meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Calleri deixaram o São Paulo logo após a saída nas semifinais da Libertadores, o camisa 10 partiu rumo ao Sevilla (ESP) à pedido do técnico Sampaoli que solicitou a contratação do até então Maestro. Já o artilheiro Calleri que teve ótima passagem no Morumbi, após o término do contrato de empréstimo junto ao Tricolor se transferiu ao West Ham (ING).

A começar por Ganso, o meia é reserva na grande maioria das partidas, além de exercer um papel muito diferente do que foi visto aqui no Brasil, em terras espanholas Ganso joga mais recuado no time de Sevilla.

Dos 11 jogos disputados, Ganso ficou fora em 5 oportunidades, sendo apenas titular durante os 90 minutos em um empate fora de casa, de resto entrou durante o jogo. Nos 213 minutos que ficou em campo até agora na temporada, Ganso deu dois chutes, sendo um no gol. Ele criou três chances, sofreu duas faltas e cometeu quatro. De 112 passes, acertou 90 (aproveitamento de 80,4%, pouco acima da média do Sevilla: 79.8%).

Já o argentino Jonathan Calleri apesar de atuar mais, ainda não balançou as redes e está longe de ser o que demonstrou no Tricolor e no Boca Juniors (ARG). O ex-camisa 12 do São Paulo atuou em sete de oito partidas, sendo três como titular durante os 298 minutos que esteve em campo.

+ Jean Carlos poderá estrear no sábado contra o Flamengo. Confira!

O West Ham é apenas o 18º colocado na Premier League e o time foi desclassificado nos play-offs da Liga Europa para o modesto Astra Giurgiu da Romênia, tendo Calleri perdido um gol incrível em uma cabeçada que também exigiu uma grande defesa do goleiro adversário.

Resultado de imagem para ganso e calleri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *