Home > Destaques > Cueva: “Foi um erro meu e peço desculpas”

Cueva: “Foi um erro meu e peço desculpas”

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira a tarde, no CT da Barra Funda, o peruano se desculpou com o zagueiro e ainda reforçou que o São Paulo não cai

Em entrevista nesta segunda-feira (11), no CT da Barra Funda, Cueva demostrou se importar, pelo menos um pouco com a péssima situação do clube e seu baixo rendimento em campo. O jogador ainda disse que entende a pressão dos torcedores, já que estes estão fazendo a sua parte, mas reforçou que o São Paulo não será rebaixado pois é time grande.

“Sabemos a situação que estamos. […] Entendemos a torcida, mas o grupo, independentemente de tudo que aconteceu, sabe que vai sair dessa. O São Paulo é grande. Não vai cair“, afirmou.

+ Movimento Resgate Tricolor protocola petição e entrega abaixo assinado para Leco

Questionado sobre uma evolução do time nos jogos, o peruano respondeu que a equipe está crescendo dentro de campo. “Lógico que sim, tivemos uma melhora. O resultado não aconteceu. Independente de quem jogue, o time está evoluindo. Saí chateado porque jogamos bem, fizemos para ganhar o jogo, mas o futebol é assim. Teve um pênalti. Mas temos de procurar melhor no dia a dia porque estamos num time grande”, ressaltou o camisa 10.

O peruano ainda mostrou que sabe que está deixando a desejar no Tricolor, mas reforçou que seu rendimento não caiu por ele não ter saído para o exterior em uma possível proposta.

“Falaram muito que tive proposta e estou chateado porque não saí, mas isso é secundário. Vim ao São Paulo porque quis, porque sei como o São Paulo é grande. Uma proposta do estrangeiro será tratada internamente. Mas meu rendimento não caiu por causa disso”, disse.

Ele ainda deixou um recado para os torcedores e comissão técnica. “Eu nunca vou me esconder nos momentos ruins do meu grupo. Assim como fiz nos momentos bons, nos momentos ruins também vou dar a cara”.

O meia ainda encerrou o assunto sobre  o desentendimento com Rodrigo Caio, após o zagueiro  falar que o peruano “precisava se ajudar”. 

“Nós nos falamos por WhatsApp e, hoje, conversamos. Foi bom. Depois de tudo isso, também falamos com o grupo. Mas quero falar que o erro foi meu. Na semana passada, falaram o que o Rodrigo falou de mim, não escutei ele falar, só vi a imprensa. Foi um erro meu e peço desculpas ao meu companheiro, que é um cara legal. O São Paulo precisa de mim, precisa do Rodrigo Caio, precisa de todos, precisa da torcida”, finalizou.

Foto: Divulgação