Home > Destaques > Crônica – Vasco 1 x 1 São Paulo

Crônica – Vasco 1 x 1 São Paulo

Em São Januário, o São Paulo saiu na frente e teve chances para ampliar, mas perdeu a pegada do jogo na segunda etapa, caiu de rendimento e levou o empate

Precisando da vitória para se livrar de vez da queda para a outra categoria, o São Paulo começou bem o jogo, mas pecava no último passe, até que em jogada de perseverança de Marcos Guilherme, o atacante tricolor roubou a bola e meteu uma bomba para abrir o marcador.

Na segunda etapa o Mais Querido caiu muito de rendimento, recuou e acabou sofrendo o empate.

Agora, na próxima quarta-feira, precisamos muito da vitória. Ela nos livrará 100% do Z4 e nos deixará sonhando com uma vaguinha para aLibertadores.

PRIMEIRO TEMPO

Na etapa inicial da partida, tanto o Tricolor, quanto o cruzmaltino não fizeram muito para fazer o primeiro tempo ser algo bom para quem via o jogo. O São Paulo ainda criou um pouco mais que os donos da casa, que chegaram apenas em bola parada, mas sem efetividade, sequer assustou o goleiro rival.

Com um sol muito forte e um calor insuportável, a partida foi um pouco lenta. Os jogadores demoraram a se ambientar ao gramado e aos 30º. O árbitro Leandro Vuaden inclusive parou o jogo para a hidratação sua e dos atletas.

Aos 40 minutos, Marcos Guilherme lutou pela bola, a roubou do defensor e soltou uma bomba, a bola entrou no ângulo esquerdo do goleiro. Festa tricolor em São Januário.

SEGUNDO TEMPO

Precisando do resultado positivo para seguir na briga por uma vaga na Libertadores de 2018, o Vasco foi pra cima. O técnico Zé Ricardo colocou o time pra frente, enquanto que o São Paulo recuou.

O time carioca pressionou o São Paulo e obrigou Sidão fazer duas boas defesas.

De tanto pressionar, o Vasco, que voltou para a segunda etapa muito mais disposto que o Tricolor, chegou ao empate aos 30 minutos. Wagner finalizou, a bola bateu em Rodrigo Caio e sobrou para Caio Monteiro, que chutou rasteiro para vencer Sidão.

Aos 37 minutos o São Paulo ficou com um jogador a menos. Éder Militão cometeu falta dura em Henrique e recebeu o cartão vermelho direto.

Com o empate, ficamos na 11ª colocação com 45 pontos. Nove a mais que o Z4 e cinco do G7.

Nosso próximo duelo será na quarta-feira (14), contra o Grêmio, em Porto Alegre.

FOTO: Rubens Chiri / saopaulofc.net