Home > Destaques > Crônica – São Paulo 2×0 Flamengo

Crônica – São Paulo 2×0 Flamengo

Com atuação quase perfeita no primeiro tempo, tricolor vence o Flamengo no Pacaembu e se afasta da zona do rebaixamento

Com necessidade de vencer, durante a primeira etapa o São Paulo não deixou o time carioca jogar. Marcou duas vezes e no segundo tempo, segurou o resultado. Venceu e se distanciou do Z4.

O tricolor foi quase perfeito durante o primeiro tempo. Marcação começando no ataque, o meio campo firme na marcação, a defesa jogando com firmeza e seriedade. Pratto e Hernanes fizeram os gols e com muito jogo de equipe conseguimos os três pontos.

O JOGO

PRIMEIRO TEMPO

O São Paulo começou em cima do Flamengo. O tricolor tinha o controle da bola, com Cueva aberto pela direita, Marcos Guilherme pela esquerda, Hernanes e Petros pelo centro o Flamengo pouco conseguiu produzir nos primeiros 10 minutos.

Em bela jogada de Pratto e Edimar, o lateral cortou a marcação e na hora do cruzamento foi interceptado, ganhando o escanteio. Na cobrança, Edimar desviou na primeira trave, o zagueiro adversário tentou tirar, mas acabou chutando em cima do atacante Lucas Pratto, que botou para o fundo das redes.

Após o gol, a equipe tricolor continuou com maior posse de bola e pressionando a equipe visitante. O Flamengo começou a chegar, só que os defensores são-paulinos estavam seguros e firmes na marcação. E aos 39 minutos, em jogada praticada durante todo o jogo, Sidão, cobrou o tiro de meta para Militão que resvalou, deixando Cueva sem marcação na linha de fundo. O camisa 10 levantou a cabeça e colocou “com a mão”, Pratto puxou a marcação e Hernanes, sozinho, estufou as redes. 2 x 0.

LEIA MAIS
+ Atuações – São Paulo 2×0 Flamengo
+ Ficha técnica e Estatísticas – São Paulo 2×0 Flamengo

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo o Flamengo foi pra cima. A equipe do Tricolor conseguiu segurar o placar. O time estava participativo na marcação, mas recuou muito e deu a bola para os cariocas. Pouco produzindo no ataque. Quando foi preciso, Sidão fez defesas importantíssimas e contou com a sorte (para manter o placar do primeiro tempo).

Próximo do fim da partida, Dorival sacou Cueva, Marcos Guilherme e Militão para colocar Gomez, Denilson e Aderlan. Não modificou a partida e o resultado foi mantido.

Foto: GloboEsporte.globo.com