Crônica – São Paulo 0 x 0 Corinthians

Morumbi lotado, festa linda, mas o placar nesta primeira partida da final do Paulistão ficou em 0 x 0. Tudo igual para a partida decisiva, no próximo domingo

Na primeira partida da final do Paulistão, o placar ficou em 0x0.

O Tricolor foi melhor, e teve alguma oportunidades de abrir o placar. Mas a decisão ficou para o próximo domingo, na casa do rival. 

Veja como foi o jogo: 

PRIMEIRO TEMPO

O São Paulo atacou mais que o rival, que optou por ficar na retranca. Arboleda teve um cabeceio que quase enganou Cássio e entrou no gol, mas o arqueiro no susto conseguiu defender. Logo no começo do jogo, Ramiro, que deveria ter sido expulso por chutar a boca de Everton Felipe, só levou amarelo. No final do primeiro tempo, o Tricolor pediu pênalti em chute de Everton desviado por Ralf. O jogo ficou parado, os árbitros de vídeo analisaram, e o pênalti não foi marcado. 

SEGUNDO TEMPO

A equipe de Cuca voltou mais ligada e criando mais oportunidades de gol. Com a entrada de Hernanes, o time mudou de postura. O Profeta deu dois chutes que assustaram o goleiro rival. Mais um lance polêmico, após o juiz dar quatro minutos de acréscimos. 

No fim do jogo, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira parou para esperar a análise de um possível pênalti de Hudson em Henrique. Foram quase cinco minutos de indefinição, impaciência dos jogadores e gritos de “vergonha” da torcida tricolor. No fim, nada mudou. De acordo com o comentarista Sandro Meira Ricci, a arbitragem acertou em não marcar nada no lance. Depois do jogo, corintianos disseram que foram avisados pela arbitragem que Vagner Love estava impedido na jogada – e por isso o pênalti não foi dado.

Foto: Sérgio Barzaghi
Fonte: Globoesporte.com