Crônica – São Bento 2×0 São Paulo

Com reservas e cheio de garotos da base, o São Paulo faz sua estreia no Paulistão com derrota para o São Bento, em Sorocaba

O São Paulo começou melhor a partida, mas não se sustentou muito tempo. Com uma equipe cheia de garotos da base e sem um jogador de criação no meio de campo, o Tricolor foi obrigado a apostar nas jogadas pelos lados, mas Júnior Tavares e Maicosuel pouco produziram.

PRIMEIRO TEMPO

O Tricolor começou muito bem e logo no primeiro minuto assustou em jogada de Junior Tavares. Por orientação de Dorival, Bissoli saiu bastante da área, aumentando o vazio ofensivo da equipe.

O São Bento passou a se arriscar gradativamente. Depois de um início tímido, esperando o São Paulo, o time da casa começou a trocar passes e a envolver a marcação adversária. Mesmo assim, não criou grandes chances. Na melhor delas, Fábio Bahia chutou de longe, Sidão se enrolou, mas conseguiu defender.

Após um bom tento sem chegar com perigo, o Tricolor teve chance com Reinaldo e Bissoli, mas a zaga do Bentão afastou o perigo.

Quando parecia que o primeiro terminaria sem nenhuma emoção, Sidão poi protagonista em manter os dois 0 no placar, isso porque o São Bento chegou muito bem em duas ocasiões seguidas, mas o goleiro tricolor estava atento e fez duas lindas defesas.

SEGUNDO TEMPO

A pouca objetividade do ataque voltou a atrapalhar o São Paulo no segundo tempo. Junior Tavares e Bissoli tentaram, mas sem nenhum perigo para o time de Sorocaba.

Aos 12 minutos, Maicosuel faz uma bela jogada que por pouco não termina em gol do Tricolor. Aos 20 foi a vez de Pedro Henrique, que ao pegar a bola dentro da área, chutou muito forte e mandou a bola pela linha de fundo.

Dorival mexeu no time para melhorar o sistema defensivo e colocou Marquinhos Ciprino no lugar do apagado Junior Tavares. Logo em seguida, Maicosuel complicou o Tricolor ao perder uma bola no meio e armar o contra-ataque. Ele ainda foi driblado por Régis na linha de fundo e não evitou o cruzamento. Rony marcou a bola, e Anderson Cavalo, que acabara de entrar, fez de cabeça, aos 23. 1×0 São Bento.

Um minuto depois o São Paulo teve mais uma boa chance com Bissoli, mas o goleirão do São Bento fez uma defesa e mandou a bola para escanteio

Aos 33, Maicosuel deu lugar para Brenner e Araruna para Marcos Guilherme. Essa foi uma tentativa de Dorival Junior dar mais agilidade e velocidade no ataque são-paulino.

O golpe fatal do São Bento veio aos 41 e de uma forma inovadora. Após Reinaldo levar um drible na intermediária, ele foi seguindo e marcando o atacante do são Bento, até que este se jogou e o árbitro marcou falta. Em cobrança ensaiada, Marcelo Cordeiro rolou e Maicon Souza bateu virando o corpo, sem nenhuma chance de defesa para Sidão.

Fim de jogo: São Bento 2×0 São Paulo

Público total: 9.147 pessoas | Renda: R$ 341.350,00

Veja aqui os “melhores momentos” e os gols da partida:

https://www.youtube.com/watch?v=fGkdL4IHisk

FOTO: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *