Home > Destaques > Crônica – Ceará 0 x 0 São Paulo

Crônica – Ceará 0 x 0 São Paulo

Em um jogo horrível, São Paulo empata e conquista um ponto fora de casa, mas tinha total condições de se empenhar mais e buscar a vitória

Após a eliminação frustrante e fracassada de quinta-feira, acho que todo o são-paulino queria ver o time pra cima e aguerrido na partida desta domingo (22), já que agora o Campeonato Brasileiro é uma das poucas competições que nós restaram.

O adversário era “fácil”, já que acabou de voltar para a Série A, e o nosso time teoricamente melhor, mas mais uma vez o São Paulo não soube aproveitar a partida e ficou só no 0x0. Dos males o menor, empatar fora de casa não é ruim, mas fica aquela sensação de que dava, e muito, para ter conquistado os três pontos.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo da partida foi de dar sono, São Paulo sem criatividade nenhuma em campo mal chegou no gol adversário, e o Ceará também não dava nenhum susto em Sidão.

As equipes pouco criaram, não conseguiam fazer o jogo fluir e os goleiros pouco trabalharam. Um lance de perigo que o Tricolor conseguiu emplacar foi só aos 39 minutos, quando Petros lançou Cueva, que tocou de letra para Everton (que fez a sua estreia na equipe de Aguirre neste domingo)  chutar e o arqueiro cearense jogou para escanteio.

SEGUNDO TEMPO

Como a equipe estava sem criatividade e poder ofensivo, o técnico Diego Aguirre fez duas alterações no intervalo do jogo. Nene no lugar de Tréllez e Régis no lugar de Liziero.

As mudanças fizeram o Tricolor chegar mais ao ataque, mas sem perigo, o toque final estava faltando e a jogava acabava. Aos 18 minutos, o estreante Everton teve que sair pois sentiu dores na perna e Valdívia entrou em seu lugar.

A grande oportunidade que o São Paulo teve foi com Nene com um chute de fora da área, já na reta final da partida, onde o goleiro Éverson fez boa defesa e desviou para escanteio. E, aos 41, Felipe Azevedo, após contra-ataque, viu Sidão também desviar para escanteio.

Nos minutos finais, Rodrigo Caio se machucou, e como o São Paulo já tinha substituído os três jogadores, jogou o minuto final mancando, após o apito final saiu de campo chorando, achando que tinha quebrado o pé.

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net